26.1 C
Juruá
domingo, julho 14, 2024

“É preciso politicas de castração permanente para se evitar o crescimento desordenado”

Por Gleydison Meirelles.

- Publicidade -

“É preciso politicas de castração permanente para se evitar o crescimento desordenado”

Luciana Souza, coordenadora do Projeto Cuidar, foi a primeira convidada a falar na audiência pública sobre a problemática dos animais abandonados nas ruas. Luciana destacou a importância de uma política permanente de castração desses animais.

Dados apresentados pela coordenadora apontam para um crescimento desordenado da população de animais de rua.

“Para termos uma ideia, um casal de gatos podem procriar cerca de 50 mil filhotes em dez anos de vida, portanto, é preciso que tenhamos políticas publicas e de saúde para ações de castração desses animais, ações permanentes. É preciso que o poder publico adote medidas, políticas para que possamos exercer um controle de natalidade dos animais de rua”, enfatizou a cuidadora.

- Publicidade -
Copiar