25.5 C
Juruá
domingo, abril 14, 2024

Em Rio Branco, ambulantes fecham Avenida Ceará por falta de vagas para trabalhar na Expoacre

Por redação.

- Publicidade -

Trabalhadores autônomos fecharam a Av. Ceará, em Rio Branco, na manhã desta segunda-feira, 26, em protesto a uma suposta ordem do Palácio do Governo, que teria imposto à Associação Comercial, Industrial, de Serviço e Agrícola do Acre – ACISA, o fechamento da lista de ambulantes para circularem na Expoacre 2023.

Segundo os manifestantes, a lista de ambulantes autorizados a vender no evento diminuiu de 130 para 100, este ano, deixando de fora trabalhadores que já contavam com o lucro das vendas.

“Tivemos uma surpresa do governador, que segundo à ACISA, não tem vaga mais para nós. Trabalhamos muito já pensando no pagamento da taxa para admissão no Parque, mas fomos surpreendidos pela falta de espaço. Vimos antes, demos nosso nome, e para nossa surpresa ficamos sem vaga. Se não tivermos uma resposta, vamos colocar as barracas na frente da casa do governador”, disse Elissandra Oliveira do Nascimento, ambulante há 15 anos.

Foto: Maria Rodrigues mostra autorizações de edições anteriores da Expoacre – Whidy Melo/ac24horas

Maria Rodrigues compareceu à manifestação com as autorizações e crachás das edições anteriores da Expoacre. Temendo ficar de fora do evento este ano pela primeira vez, se juntou aos demais e também fazia parte do cordão que impediu o tráfego na avenida. “No primeiro dia de inscrição eu estava aqui [na ACISA], tenho os documentos da Expoacre do pé à ponta. Me colocaram numa lista de espera, e quando chega hoje me disseram que não tinha mais vaga. Isso é uma sem-vergonhice [sic], o governador só quis o nosso voto?”, afirmou.

  • Por Whidy Melo, do AC24horas.
- Publicidade -
Copiar