23.7 C
Juruá
domingo, abril 21, 2024

Ex-candidato a prefeito no Acre é preso em Portugal pelo crime de tortura

Por Leônidas Badaró, do AC24horas.

- Publicidade -

O ex-vereador e candidato a prefeito de Acrelândia nas eleições de 2016, Ariston Jardim, foi preso pela Interpol em Portugal.

Ariston foi condenado por participar de um caso de tortura de um adolescente que teria assaltado uma drogaria no município em 2010, que pertencia a Jonas Dales, conhecido como Jonas da Farmácia, que depois virou prefeito do município e também foi investigado pela participado da sessão de tortura.

O ex-vereador Ariston Jardim foi candidato a prefeito de Acrelândia em 2016, quando ficou em terceiro lugar obtendo 627 votos. Após o pleito eleitoral, Ariston, que já respondia pelo processo, foi morar no país europeu, onde foi preso pela polícia internacional.

- Publicidade -
Copiar