24 C
Juruá
terça-feira, abril 23, 2024

Gladson não irá comparecer a filiação de Valdélio e afirma que seu candidato será Itamar de Sá

Por Redação

- Publicidade -

O governador do Estado do Acre, Gladson Cameli, reafirmou nesta quinta-feira (29), apoio à pré-candidata do ex-prefeito de Marechal Thaumaturgo, Itamar de Sá. Segundo o governador, ele tem a obrigação de ser leal aqueles que o ajudaram na sua reeleição.

“Quem foi que me apoiou na minha reeleição no município de Marechal? É com essa pessoa que estarei em 2024”, afirma Gladson.

Itamar de Sá e Sandrinho, foram os principais cabos eleitorais de Gladson e Mailza na cidade de Marechal Thaumaturgo, coordenando a campanha eleitoral no município e fazendo oposição a Valdélio que apoiava a candidatura do PSD.

Gladson destacou que não está desautorizando o Progressistas a terem suas decisões, mas que ele tomará a dele de acordo com os princípios éticos e morais, reconhecendo os verdadeiros aliados.

De acordo com informações de analistas políticos o que ocorre no município de Marechal Thaumaturgo é que o atual prefeito Valdélio Furtado tenta uma reaproximação com Gladson após apoiar abertamente a candidatura do Senador Petecão.

“Valdélio se beneficiou dos cargos do governo no município durante todo o primeiro mandato de Gladson e próximo às eleições fez oposição ferrenha ao Gladson e Mailza. Agora, vendo a força do governador no município e com medo de isso comprometer a sua reeleição, Valdélio tenta fazer essa reaproximação”, comentou.

O analista finaliza dizendo que Gladson tem o perfil de ser leal aqueles que o ajudaram e que não vai está preso a decisões do partido, relembrando o caso da ex-prefeita Socorro Nery em Rio Branco, quando deixou de apoiar Bocalon para manter a sua palavra.

“Acredito que ninguém vai impor nada ao Gladson, e que ele deva apoiar quem estava ao seu lado. Quem esqueceu o que aconteceu em Rio Branco? Gladson apoiou a Socorro Nery”, finalizou.

Apoiadores de Valdélio davam como certo a ida de Gladson ao município de Marechal para participar da filiação partidária de Valdélio, algo que não vai acontecer já que o governador encontra-se fora do estado.

- Publicidade -
Copiar