23 C
Juruá
domingo, abril 21, 2024

Golpes por aplicativos de mensagens e ligações aumentam no Acre

Por Redação

- Publicidade -


Somente no mês de maio deste ano, a Defensoria Pública do Estado do Acre (DPE/AC) registrou cerca de 10 casos relacionados a fraudes que envolvem transações financeiras feitas por aplicativo de mensagens ou por ligações. A instituição vem atuando na defesa de pessoas vítimas destes golpes que têm se tornado cada vez mais recorrentes.

Os principais alvos são os beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), da Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS), aposentados e pensionistas em geral. Pessoas mal-intencionadas entram em contato por meio de plataformas digitais ou mesmo por ligação telefônica e dizem que existem valores para receber, em alguns casos, chegando a alegar que o benefício pode ser bloqueado se o saque não for realizado.

Depois disso, as vítimas mandam seus dados pessoais, tais como RG, CPF, comprovante de residência e também uma foto estilo selfie. Com todas as informações, incluindo o reconhecimento facial, um vínculo é formado e as instituições bancárias através de um contrato digital, ou seja, um empréstimo de alta quantia é feito, e posteriormente, descontado mensalmente e automaticamente de seu benefício.

Com os avanços tecnológicos, os golpes vão se adaptando e sendo aplicados de diversas formas, afetando cada vez mais pessoas. A DPE/AC atua nas relações de consumo e tem como missão proteger o consumidor tanto individual quanto coletivamente, abrangendo as esferas preventiva, extrajudicial e judicial.

Esse trabalho é realizado pelo Subnúcleo de Superendividamento e Ações do Consumidor, que alerta a população a manter a cautela ao lidar com esse tipo de abordagem e sempre buscar a instituição que oferece o serviço ou a Defensoria Pública presencialmente para esclarecimentos adequados.

Veja as orientações que a DPE/AC indica para não cair nos golpes:

— Ao receber proposta de algum empréstimo, de alguma negociação, não passe seus dados por ligação ou por aplicativos de mensagens;

— Não realize pagamentos antecipados, por meio de Pix, para liberação de empréstimo;

— Suspeite de ofertas muito vantajosas e procure sempre ir presencialmente à empresa para realizar tratativas;

— Não encaminhe fotos tipo selfie para contratar ou cancelar empréstimos;

— Não encaminhe fotos de documentos.

Com informações Ac24horas

- Publicidade -
Copiar