28.8 C
Juruá
quarta-feira, abril 24, 2024

Indígena é assassinado com um tiro na cabeça em frente ao quartel da Marinha em Cobija

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Anderson Gonzales Meireles Jaminawa, de 18 anos estava passando de moto em frente ao prédio Marinha da Bolívia em uma motocicleta de cor vermelha, nas proximidades da ponte Wilson Pinheiro (ponte da amizade) que liga os municípios de Brasileia/Acre à Cobija/Bolívia. O homicídio ocorreu no final da tarde deste domingo (18), por volta das 17:30h.

Anderson foi atingido por um dos vários disparos feito no local, o autor dos disparos ainda é desconhecido e imagens de sistema de segurança está sob análise da perícia local. Anderson foi atingido com um tiro na cabeça, não resistiu e foi a óbito.

Segundo informações, Anderson também faz parte de uma família indígena Jaminawa de Cobija. O Ministério Público local e as forças policiais foram até o local do fato para fazer os procedimentos de averiguação e buscar provas de quem seria o autor dos disparos, juntamente com seu comparsa que pilotava a moto.

Num vídeo que está sob análise da polícia, duas pessoas em uma moto vão até o local próximo à ponte, logo após, pessoas que estão nas proximidades fogem deixando claro os disparos efetuados naquela hora e, segundos depois, os mesmos retornam.

Por Yaco News.

 

- Publicidade -
Copiar