23 C
Juruá
domingo, abril 21, 2024

Mototaxista é encontrado morto na zona rural de cidade no interior do Acre

Por redação.

- Publicidade -

O mototaxista José Gonçalves Cabral, de 64 anos, morreu vítima de homicídio na zona rural de Brasiléia, no interior do Acre. De acordo com a Polícia Militar, o crime ocorreu Ramal do 5 na cidade. A informação é de que colegas de profissão o teriam achado degolado.

A prefeitura do município divulgou nota prestando condolências à família, e classificou o caso, sem dar detalhes, como “cruel”.

“Nos solidarizamos com a família, amigos e toda classe de mototaxistas, que perdem um de seus integrantes, de forma tão cruel”, lamenta. (Confira a íntegra da nota após este texto)

O g1 entrou em contato com o delegado responsável pelo caso, Ricardo Castro, mas não teve retorno. Ainda segundo a prefeitura, Cabral deixa esposa , 4 filhos e 4 netos.

“Sua memória jamais será esquecida entre seus amigos e familiares”, acrescenta a nota.

Por conta do caso, mototaxistas realizaram um protesto na cidade . O presidente do sindicato não quis se pronunciar.

Nota de Pesar

É com tristeza e pesar que a Prefeitura de Brasiléia, em nome da Prefeita Fernanda Hassem e do Vice-prefeito Carlinhos do Pelado, presta suas condolências aos familiares e amigos pelo falecimento de José Gonçalves Cabral, vítima de homicídio na zona rural de Brasiléia. José Gonçalves tinha 64 anos, era mototaxista no município de Brasiléia, casado, pai de 4 filhos e avô de 4 netos. Nos solidarizamos com a família, amigos e toda classe de mototaxistas, que perdem um de seus integrantes, de forma tão cruel. Sua memória jamais será esquecida entre seus amigos e familiares. Que Deus conforte a família e amigos neste momento de dor, e que as boas lembranças sempre ilustrem nossos pensamentos. Descanse em paz!

  • Fonte: g1 AC.
- Publicidade -
Copiar