23.7 C
Juruá
quarta-feira, abril 17, 2024

O caminho dos sonhos: conheça quatro estudantes da rede pública estadual que encaram o Enem com determinação

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Brenda, Zaion, Ray Roberto e Isaías são jovens que têm muitas coisas em comum. A principal delas é que eles estão prestes a enfrentar o primeiro grande desafio das suas vidas: o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Com o término das inscrições para o exame, que encerra nesta sexta, 16, os jovens estudantes alimentam o sonho de cursar uma faculdade e transformar suas realidades por meio do conhecimento.

Quatro estudantes com um sonho em comum: ser aprovado no Enem. Foto: Mardilson Gomes

Eles fazem parte do corpo de alunos da escola estadual de ensino em tempo integral Instituto de Educação Lourenço Filho, localizada em Rio Branco. Atualmente, na unidade, 87 jovens cursam o último ano do Ensino Médio, quatro deles no atendimento educacional especializado (AEE), que é a mediação pedagógica que visa possibilitar o acesso ao currículo, respeitando as necessidades educacionais específicas. Na escola, 100% dos estudantes da terceira série já estão inscritos no Enem.

Estudante Brenda Vieira. Foto: Mardilson Gomes

Como é o caso da Brenda Vieira de 17 anos que se inscreveu logo nos primeiros dias de abertura das inscrições. Nascida em Rolim de Moura, cidade do interior de Rondônia, a jovem, que sonha ser médica veterinária, se prepara para o exame desde o ano passado. Este ano, além da rotina de estudos que escola em tempo integral demanda, Brenda conta que tem se dedicado às aulas do Pré-Enem Legal, programa de governo que oferece curso preparatório gratuito para os estudantes da rede e comunidade geral. “Eu tento organizar os estudos porque meu sonho é entrar na universidade federal e dar esse orgulho para os meus pais”, conta.

Estudantes Isaías Alves e Zaion Santana. Foto: Mardilson Gomes

Apesar de também sonhar com uma universidade pública, o caminho que Isaías Alves deseja trilhar é bem diferente. Ele quer ser um pesquisador. O plano é fazer o curso de Ciências Biológicas. De família humilde, ele encontra apoio na mãe, que é empregada doméstica, e sempre o incentiva. A rotina de estudos na escola e em casa apesar de  intensa, melhorou com os materiais recebidos pelo Pré-Enem Legal e com o acesso à internet, agora possível por meio do tablet com plano de dados, entregue aos alunos pelo governo do Estado. “Me ajuda bastante. Na minha casa não tinha internet, então antes era difícil, mas, agora eu consigo assistir às aulas no YouTube”.

Estudante Ray Roberto Lima. Foto: Mardilson Gomes

Todos os alunos de ensino médio da rede pública estadual do Acre foram matriculados automaticamente no Pré-Enem Legal. Com isso, eles recebem os materiais didáticos da Farias Brito, uma das instituições de ensino mais renomadas do país, e em breve, terão acesso à plataforma online. Além disso, há também as videoaulas veiculadas no canal de TV Amazon Sat, no site educ.see.ac.gov.br e os aulões itinerantes presenciais. Outro investimento na educação desses estudantes foram os tablets com planos de acesso a internet, que estão sendo distribuídos para os estudantes de ensino médio em todo o estado. 

Estudantes na biblioteca da escola. Foto: Mardilson Gomes

Entre eles, está o amigo da Brenda e do Isaías, Ray Roberto Lima. Desde criança, ele sonha com o mundo automotivo. A inspiração veio de sua família que trabalha com conserto de carros e motos desde a geração dos avós. Desse modo, o curso escolhido é o de Engenharia Mecânica, que só pode ser feito fora do estado ou na faculdade particular. Mesmo em meio às dificuldades e à rotina cansativa, o estudante conta que os materiais preparatórios do governo têm sido de grande ajuda, pois são de qualidade e facilitam os estudos. “Nós tivemos a sorte que as gerações passadas não tiveram, que é o acesso a esses materiais que são bem completos”, pontua.

Outro que está nessa rotina intensa de estudos é Zaion Santana, que assim como amigos, têm que conciliar os estudos da escola integral com a preparação para o Enem. Ele sonha cursar Engenharia Civil e mantém um plano de estudos em casa, organizado no tablet. Assistir às aulas na TV, consultar diariamente os professores e pesquisar online têm contribuído muito na evolução dos  seus estudos. No último mês, ele participou de um aulão itinerante presencial na escola: “achei sensacional, os professores são muito competentes, em especial o de matemática, que eu achei encantador. Ele me ensinou coisas simples, mas que eu não tinha noção”.

- Publicidade -
Copiar