25.5 C
Juruá
domingo, abril 14, 2024

Onça-parda encara equipe que realizava monitoramento em unidade de conservação no AC

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Onça-parda encara equipe que fazia monitoramento dentro da reserva  — Foto: Fernanda Monteiro/Esec

No último domingo (18), a equipe da Estação Ecológica Rio Acre (Esec) foi surpreendida ao encontrar uma onça-parda que habita o local, no município de Assis Brasil, interior do Acre, fronteiriço com o Peru.

O animal foi registado durante a amostragem do programa nacional de monitoramento da biodiversidade do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Ao percorrerem 2.850 metros, os monitores da biodiversidade, Fernanda Monteiro e Abias Bandeira, avistaram o animal agachado olhando fixamente para eles.

“Foi uma emoção e, ao mesmo tempo, uma tensão que eu nunca tinha sentido na vida. Demoramos cerca de 5 minutos para fazermos os registros, até que o animal levantou e começou a caminhar em nossa direção. Para nossa segurança e respeitando o animal em seu habitat natural, finalizamos nosso dia de amostragem naquele local e retornamos à base”, disse Sidney Oliveira.

Como ficaram a poucos metros da onça, os monitores identificaram um ferimento em um dos olhos do animal. Sidney Oliveira, biólogo e analista ambiental da ESEC Rio Acre, explica que alguns fatores podem ter causado a lesão: “Ao observar essa magnífica espécie, é evidente o olhar profundo e marcante, porém vazado, revelando uma história de coragem e superação. As possíveis causas desse ferimento ocular podem incluir confrontos com outros animais, impactos contra objetos inesperados, acidentes ou até mesmo doenças oculares”.

- Publicidade -
Copiar