23 C
Juruá
domingo, abril 21, 2024

Operação Flona Iquiri combate extração ilegal de madeira e grilagem no Acre

Por Assessoria.

- Publicidade -

Entre os dias 9 e 22 de junho, do corrente ano, a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a Polícia Federal (PF) e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) realizaram a Operação Flona Iquiri 2023. As fiscalizações ocorreram na zona rural dos municípios de Boca do Acre e Lábrea, no Amazonas, bem como nos distritos de Extrema e Nova Califórnia, município de Porto Velho, Rondônia, entorno da unidade de conservação da Floresta Nacional do Iquiri (Flona do Iquiri). O objetivo principal foi combater as atividades de extração ilegal de madeira e grilagem em terras públicas, na região.

Com apoio de aeronaves, para os deslocamentos na região de mata, os agentes fiscalizaram veículos de transporte de madeiras e de animais, para o enfrentamento aos ilícitos ambientais e socioambientais, principalmente nos acessos às áreas de desmatamento ilegal e nas rotas rodoviárias de escoamento de produtos florestais. Houve abordagens ainda a condutores de veículos de transporte de maquinários e de insumos para abastecimento das áreas de desmatamento ilegal. Os agentes ainda visualizaram e dirimiram diversos focos de incêndio na floresta. A PRF apoiou no remanejamento de animais e na aplicação das medidas administrativas cabíveis.

A Operação também foi de grande valia para o intercâmbio de técnicas, doutrinas e conhecimentos entre os órgãos, como forma de responder aos anseios da sociedade quanto à preservação ambiental, contribuindo também para o aumento das capacidades operacionais da Polícia Rodoviária Federal.

O relatório compilado com as ações das instituições envolvidas foi divulgado na manhã desta segunda-feira (26). Seguem abaixo os resultados resumidos da Operação Flona Iquiri 2023:

  • Pessoas fiscalizadas: 33;
  • Veículos consultados: 23, sendo 6 veículos de carga;
  • Veículo recuperado: 1 motocicleta por roubo;
  • Presos/detidos: um homem por receptação;
  • Apreensões: 6 espingardas calibre 22, com 15 munições, e 5 Kg de pescado ilegal, dentre outros.

Vale ressaltar que outras operações contra os crimes ambientais estão no planejamento e serão desenvolvidas ainda este ano pela PRF e demais forças de segurança pública.

- Publicidade -
Copiar