27.8 C
Juruá
sexta-feira, abril 12, 2024

PC cumpre 14 mandados contra facções criminosas no Acre

Por redação.

- Publicidade -

Em uma ação conjunta da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) e a Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (Denarc), a Polícia Civil do Acre (PCAC), realizou nas primeiras horas desta sexta-feira, 2, uma ação em que foi cumprido 10 mandados de busca e apreensão na Capital, três em Sena Madureira e um na cidade de Senador Guiomard.

A ação policial visa enfraquecer organizações criminosas atuantes na região. Cerca de 50 agentes de polícia participaram da ofensiva em diferentes localidades do estado.

Durante a operação, duas pessoas foram presas em flagrante, além de a polícia apreender uma arma de fogo, 229 “trouxinhas” contendo substância branca, aparentando ser cocaína, acondicionados em um pote de creatina, pedra de substância branca, acondicionada em um saco plástico, pesando mais de um quilo, uma balança de precisão e três celulares.

De acordo com o delegado titular da Draco, José Adonias, a incursão policial teve como objetivo principal desarticular grupos criminosos que vinham travando uma guerra entre si, e consequentemente causando prejuízos à segurança pública e ao bem-estar da população acreana.

“Desde o início da semana, a PCAC está empenhada em identificar e capturar traficantes e pessoas que fazem parte de organizações criminosas, haja vista que, no inicio desta semana, foram presas 16 pessoas acusadas de diversos crimes, contudo, as investigações não cessaram”, informou José Adonias.

Segundo o delegado que coordena a Denarc, Igor Brito, os mandados de busca foram emitidos após um longo processo de investigação, que envolveu a coleta de informações e provas contundentes contra os alvos desta operação.

“Enfraquecer essas organizações é fundamental para a manutenção da ordem e para garantir a segurança da população. A PCAC continuará atuando de forma incisiva no combate ao crime, não medindo esforços para reprimir e desarticular grupos criminosos em todo o estado”, enfatizou Igor Brito.

- Publicidade -
Copiar