24.6 C
Juruá
terça-feira, abril 23, 2024

População do Acre que se declara preta sobe para 6,8% em 2022, diz IBGE

Por redação.

- Publicidade -

A parcela da população acreana que se declara preta deu um salto em 10 anos. Em 2022, 6,8% dos acreanos se declararam pretos, contra apenas 4,3% em 2012. Foi o maior aumento entre os grupos raciais do estado.

Os dados são da divisão de Características Gerais dos Domicílios e dos Moradores 2022 da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua, divulgada na sexta-feira (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os homens são a maioria dos acreanos que se declararam pretos no ano passado (7,4%). As mulheres representam 6,3% dessa parcela da população.

O aumento no número de pessoas que se declara preta aconteceu em todas as grandes regiões do país, com destaque para o Nordeste — por lá, essa alta foi de 8,7% para 13,4% no período. Em seguida vem a região Sudeste, com 11,2% da população residente de cor preta no ano passado, contra 8,2% em 2012.

O grupo de pessoas que se declaram pardas é o maior do Acre, com 73,5% das respostas em 2022. No mesmo intervalo de 10 anos, o grupo variou pouco: eram 71,5% naquele ano.

Os dados do IBGE também apontam que houve redução entre aqueles que se declaram brancos no estado. Em 2012, eram 23,5% dos acreano. Já em 2022, o percentual caiu para 17,3%, uma redução de 6,2 pontos percentuais.

Vale destacar que todas as grandes regiões do país registraram queda no número de pessoas que se consideram brancas, com destaque para o Sul: entre 2012 e 2022, essa parcela variou 6 pontos percentuais (p.p.), de 78,8% para 72,8% na região.

  • Fonte: g1 AC.
- Publicidade -
Copiar