24.1 C
Juruá
sexta-feira, abril 19, 2024

“Zequinha deve dizer quando dará o aumento aos professores”, diz presidente da Câmara de Vereadores

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Os servidores da Educação do município de Cruzeiro do Sul, estiveram na Câmara Municipal na sessão desta terça-feira (06), buscando o apoio dos vereadores. Os servidores reivindicam que a prefeitura pague o Piso Nacional do Magistério, concedendo reajuste de 14,95% no salário.

“Nós expusemos com técnica, responsabilidade e conhecimento, os reais motivos da greve da categoria, que é justa e necessária, considerando a atual situação da falta de respeito e compromisso da gestão municipal, para com a categoria. Criamos uma Comissão de Negociação, com a participação dos vereadores e o sindicato e solicitamos uma reunião com a prefeitura municipal, para chegarem a um acordo com a categoria e encerrar a greve, que é o desejo de todos”, citou Pedro Gomes, representante do Sindicato dos Trabalhadores em Educação – SINTEAC de Cruzeiro.

Através de uma nota, a prefeitura disse que pagará o piso quando houver disponibilidade financeira, mas não marcou nenhuma data e lamentou o comprometimento do desempenho educacional.

“A gestão entende que da mesma forma que é importante valorizar o professor, também é necessário ter responsabilidade para com a estrutura física, construção e reformas de escolas, quadras poliesportivas, entrega de kits escolares com mochilas, cadernos e material didático. Cadeiras escolares, bebedouros, climatizadores, investimento em merenda escolar e em transporte terrestre ou fluvial”, cita a nota.

Os 14 vereadores da Câmara fazem parte da base de apoio do prefeito Zequinha Lima, nenhum faz oposição à gestão municipal. Apesar disso, o presidente da Mesa Diretora, vereador Franciney Melo, se comprometeu a exigir que a Prefeitura defina uma data para começar a pagar o Piso Nacional do Magistério. “Os dois lados mostram suas dificuldades. Mas a prefeitura precisa definir um mês, não pode falar só que pagará quando puder”, ressalta.

Pedro Gomes disse que o Sinteac já sabe o que fará a seguir. Na próxima terça-feira (13), haverá um Ato de Manifestação na sede da prefeitura de Cruzeiro do Sul.

- Publicidade -
Copiar