28.2 C
Juruá
terça-feira, maio 28, 2024

No Dia Nacional do Bombeiro, governo do Acre destaca desempenho da corporação e apresenta ações de valorização da categoria

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Motivados pelo lema “Vidas alheias e riquezas a salvar”, os bombeiros prestam à sociedade os indispensáveis serviços de prevenção e combate a incêndios, busca e salvamento, atendimento pré-hospitalar, proteção civil, projetos sociais e outros.

Dada a relevância da contribuição da categoria, em 2 de julho comemora-se o Dia Nacional do Bombeiro, em que são exaltados os esforços dos heróis brasileiros que se arriscam cotidianamente, cumprindo seu juramento de salvar e proteger.

A data homenageia também a primeira corporação bombeira do Brasil, criada por Dom Pedro II em 1856, no Rio de Janeiro, consagrando o imperador como patrono dos Corpos de Bombeiros Militares brasileiros.

A partir da próxima quarta-feira, 5, uma nova turma será formada, totalizando 620 bombeiros militares atuantes no Acre. Foto Diego Gurgel/Secom

Trabalho para cuidar das pessoas

Ao longo da atual gestão do governador Gladson Cameli, grandes avanços foram conquistados proporcionando melhores condições de trabalho para muitas categorias profissionais. O coronel Charles Santos, comandante do Corpo de Bombeiros Militar do Acre (CBMAC), destaca que a corporação tem recebido seus maiores investimentos nos últimos quatro anos. Somente em 2022, foram injetados cerca de R$ 9 milhões em equipamentos e contratação de pessoal.

O oficial relata que desde 2019 as unidades operacionais e administrativas do órgão vêm sendo revitalizadas. O pacote inclui, para cada bombeiro em combate, o fornecimento de equipamentos de proteção individual (EPIs) completos, utilizados para proteção contra riscos, itens que anteriormente eram compartilhados por todos.

Somente em 2022, o governo Gladson Cameli investiu cerca de R$ 9 milhões em equipamentos e contratação de pessoal. Foto: Diego Gurgel/Secom

“Parabenizo e agradeço pelos esforços da corporação que muito nos ajuda. Sozinhos não fazemos nada e o Estado precisa destes homens e mulheres para resguardar a vida do povo acreano. O investimento para melhorar as condições de trabalho do nosso Corpo de Bombeiros é mais do que uma obrigação, é um compromisso que temos firmado com os nossos profissionais e com a população acreana”, destacou o governador Gladson Cameli.

Também foram significativas as convocações que acrescentaram pessoas à disposição da instituição, com novas turmas de oficiais condecoradas em 2019, com 19 convocados, e em 2022, com mais 249, reforçando a capacidade e a valorização do efetivo CBMAC.

A partir da próxima quarta-feira, 5, uma nova turma será formada, totalizando 620 bombeiros militares atuantes no Acre, distribuídos em nove unidades operacionais espalhadas pelo estado, localizadas em Cruzeiro do Sul, Epitaciolândia, Sena Madureira, Tarauacá, Feijó, Xapuri e três instaladas em regionais estratégicas de Rio Branco.

Coronel Santos: “Servir ao próximo é nosso principal ofício. Sou muito feliz com o meu trabalho e com tudo que a instituição tem construído com apoio do Estado”. Foto: Marcos Santos/Secom

“Essas conquistas foram possíveis graças ao olhar dedicado do chefe de Estado e ao empenho da gestão como um todo, sempre consciente das necessidades dos profissionais da segurança, resultando numa população melhor protegida”, exalta o coronel Santos.

Felicidade é a palavra destacada pelo comandante, ao falar sobre a satisfação em servir a população acreana: “Sou feliz desde o primeiro momento em que cheguei nesta instituição, há 30 anos. Servir ao próximo é nosso principal ofício e, com essa missão em mente, ganhei muita satisfação pessoal, respeito e amizades valorosas”.

O coronel Santos também exaltou o respeito demonstrado pelo chefe de Estado: “O governador Gladson Cameli trata o nosso trabalho com muito esmero”. Foto: Diego Gurgel/Secom

Valorização e aprimoramento

A valorização dos servidores públicos acreanos é um aspecto marcante da atual gestão e, demonstrando esse compromisso, em abril, 82 bombeiros militares foram promovidos a novos postos e desafiados a assumir outras responsabilidades na carreira profissional.

Em cerimônia realizada em frente ao Quartel do Comando-Geral da PM, em Rio Branco, o governador Gladson Cameli prestigiou o avanço da carreira dos servidores, em que foram beneficiados 51 oficiais e 31 praças.

Em abril, 82 bombeiros militares foram promovidos a novos postos e desafiados a assumir outras responsabilidades na carreira profissional. Foto: Diego Gurgel/Secom

Recentemente, foram ministrados cursos para promoção e capacitação dos profissionais, como o Curso de Formação de Soldados (CFSD), o Curso de Habilitação de Oficiais Administrativos (Choa) e o Curso de Formação de Sargentos (CFS), que, durante a atual gestão, foram promovidos pela primeira vez de forma simultânea.

“Esses heróis anônimos são dignos de todo o respeito e admiração”, enfatizou a vice-governadora Mailza. Foto: Felipe Freire/Secom

A torre mais alta

No Quartel do Comando-Geral do Corpo de Bombeiros, em Rio Branco, constantemente são realizados treinamentos com os alunos e profissionais, e um dos instrumentos utilizados para o aprimoramento é a torre do Corpo de Bombeiros Militar, usada para aprimorar as técnicas de resgate, salvamento e outras missões dos agentes de segurança.

A torre do Corpo de Bombeiros Militar é usada para aprimorar técnicas de resgate, salvamento e outras missões dos agentes de segurança. Foto: Dhárcules Pinheiro/Sejusp

Com sete pavimentos e a estatura de 21m, a primeira torre construída no Acre se constitui na mais alta da Região Norte e foi batizada em homenagem ao falecido tenente Francisco Laureano. O bombeiro Darlan Rocha destaca a sua importância: “Com a verticalização da cidade mais presente, treinamentos dessa magnitude se fazem mais pertinentes”.

O bombeiro Darlan Rocha destaca a importância da torre: “Com a verticalização da cidade mais presente, treinamentos dessa magnitude se fazem mais pertinentes”. Foto: Dhárcules Pinheiro/Sejusp

A construção é fruto de um investimento de R$ 11 milhões na Segurança Pública, que também resultou na aquisição de novas viaturas, computadores, monitores, nobreaks, materiais de tecnologia letal e menos letal, entregues no fim de abril.

Atuação indispensável

O Corpo de Bombeiros está sempre em prontidão para atender chamados de socorro, principalmente durante períodos de calamidade pública, como as grandes enchentes e enxurradas. Este ano, o Acre enfrentou a segunda maior enchente já registrada, em que toda a corporação dos bombeiros trabalhou para garantir a segurança e o funcionamento do estado.

A instituição prestou um importante papel ao resgatar vidas e bens materiais de muitas famílias em vulnerabilidade. Foto: Dhárcules Pinheiro/Secom

As mais de 22 mil famílias atingidas pelas cheias dos rios e igarapés no Acre contaram com o trabalho de todo o efetivo da corporação, inclusive alunos-soldados, mobilizados para garantir a segurança da população, além de realizar o monitoramento das águas fluviais e pluviais, auxílio a famílias desabrigadas, distribuição de cestas básicas, resgates e salvamentos.

Com o auxílio de um quadro, os bombeiros militares registravam as ocorrências que chegavam à central. Foto: Neto Lucena/Secom

O governo do Acre se mobilizou como um todo, com todas as instituições estaduais voltadas para atender a população vulnerabilizada, recebendo as pessoas em abrigos improvisados, cada um gerido por diferente secretaria de Estado, que buscou prover conforto, dignidade e alimentação. Após o baixar das águas, o CBMAC também prestou apoio na mudança das famílias abrigadas no retorno para suas casas.

Após o baixar das águas, o CBMAC prestou apoio na mudança das famílias abrigadas no retorno para suas casas. Foto: Pedro Devani/Secom.

Versatilidade e excelência de ensino

A atual gestão preza o princípio de que a atuação do Corpo de Bombeiros não se restrinja apenas aos atendimentos emergenciais, mobilizando os profissionais a fortalecer as ações de diversas instituições, com os seus conhecimentos específicos, seja no Grupo Especial de Fronteira (Gefron), na Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas do Acre (Ciopaer) ou em outras frentes de trabalho.

Exemplo dessa versatilidade e contribuição para a sociedade é o desempenho de bombeiros militares na coordenação de quatro instituições de ensino que, juntas, atendem 3.200 alunos: a Escola Cívico-Militar Wilson Barbosa, localizada na Cidade do Povo, em Rio Branco; a Escola Cívico Militar 15 de Junho, em Senador Guiomard; o Colégio Dom Pedro II de Rio Branco e o Colégio Dom Pedro II de Cruzeiro do Sul.

O Corpo de Bombeiros Militar segue um modelo de ensino que busca oferecer um ambiente seguro e organizado. Foto: Mardilson Gomes/SEE

No âmbito escolar, o Corpo de Bombeiros Militar segue um modelo de ensino que procura oferecer um ambiente seguro e organizado, de forma que os alunos possam voltar sua atenção exclusivamente para os estudos. Um trabalho diferenciado que busca ir além, contemplando o aspecto social e emocional do aluno, visando à formação integral, ao mesmo tempo que preconiza a norma educacional contemporânea.

No ano passado, em Cruzeiro do Sul, 24 alunos do Colégio Militar Dom Pedro ll alcançaram mais de 800 pontos na prova de redação do Enem, demonstrando a excelência do ensino promovido nas unidades geridas pelo CBMAC.

O Colégio Militar Dom Pedro II de Cruzeiro do Sul é dirigido pelo Corpo de Bombeiros Militar do Acre (CBMAC) e conta com 1.027 alunos matriculados. Foto: cedida

Trabalho honrado

O sargento Francisco Assunção atua como bombeiro militar há dez anos e se diz honrado em fazer parte de uma instituição íntegra e reconhecida pela sociedade.

“Queremos sempre ir além, não apenas salvando as pessoas mas também os seus pertences, os quais muitas famílias batalham tanto para conquistar, impedindo que sonhos sejam acabados”, reflete o bombeiro, ao lembrar da atuação durante momentos de calamidade pública, como as enchentes.

“Trabalhamos incansavelmente, sendo um braço forte na proteção dos acreanos”, declara o sargento Assunção. Foto: Carlos Alexandre/Secom

E, para melhor desempenho no seu fazer diário, o profissional conta que o preparo físico e uma boa alimentação são aspectos essenciais: “Precisamos estar sempre em busca do nosso melhor condicionamento físico, em prontidão para salvar vidas e atuar com agilidade em situações arriscadas”.

Rompendo limites

Francisca Fragoso dos Santos, capitã do CBMAC, iniciou sua carreira na corporação em 2007, aos 18 anos, na primeira turma de mulheres: “O início foi desafiador e sinto que terminei de amadurecer aqui dentro. Em uma instituição predominantemente masculina, adaptações foram feitas para receber as necessárias mudanças. Com o tempo, conseguimos nosso espaço e me encontro muito satisfeita com o ambiente e meu trabalho, sou respeitada por todos e aqui não há espaço para julgamentos”.

“Todas as ocorrências que envolvem o bem-estar e a vida do próximo são cuidadas com muita responsabilidade por nós, bombeiros militares”, assegura a capitã. Foto: Carlos Alexandre/Secom.

No seu dia-a-dia, Francisca atua gerenciando a atividade operacional do Baixo Acre e, ocasionalmente, prestando apoio às demais regiões. “Seguimos uma rotina intensa, com a gerência da atividade de todo o pessoal e, com essa visão macro, buscamos atender o máximo possível de demandas da população”, explica.

Capitã Francisca Fragoso: “Sou respeitada por todos e aqui não há espaço para julgamentos”. Foto cedida

Para moças que desejam seguir a carreira como bombeiras militares, a capitã declara: “Acreditem no seu potencial. Muitas vezes meninas, principalmente de famílias de baixa renda, são desmotivadas, mas todas são capazes de dar o seu melhor e se voltar para os estudos. É importante ter confiança e lutar pelo futuro que você acredita, tendo força para enfrentar os desafios da vida”.

Vislumbrando o futuro

Seguindo a projeção estabelecida pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), em conjunto com a Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan), a instituição vislumbra ampliar os atendimentos nos demais municípios do estado.

A instituição planeja ampliar os atendimentos nos demais municípios do estado. Foto: Diego Gurgel/Secom

Em seus preparativos finais, está a construção do tanque de mergulho, que será inaugurado nas próximas semanas. A estrutura será utilizada para aperfeiçoar o desempenho dos bombeiros em missões de alto risco em águas escuras e com balseiros, condições características dos rios acreanos. Será o primeiro tanque de mergulho na Região Norte e o sétimo no Brasil.

Disque 193

Caso os cidadãos necessitem dos serviços emergenciais dos bombeiros militares, devem utilizar o Disque 193, número do Corpo de Bombeiros para emergências, disponibilizado de forma gratuita em todo o território nacional.

Ao ligar, deve-se ter em mãos dados que possam ser transmitidos ao atendente para agilizar o atendimento, como o endereço do local, características específicas do evento e condições das vítimas.

Com as informações, os bombeiros identificam o tipo de ocorrência, a gravidade do caso, a real necessidade de deslocamento de equipes e o tipo de socorro mais adequado.

- Publicidade -
Copiar