23 C
Juruá
domingo, abril 21, 2024

Papa Francisco condena queima do Alcorão em entrevista a jornal árabe

Por Reuters.

- Publicidade -

Papa Francisco

O papa Francisco disse que a queima do livro sagrado muçulmano, o Alcorão, o deixou com raiva e indignação e que ele condena e rejeita permitir o ato como forma de liberdade de expressão.

“Qualquer livro considerado sagrado deve ser respeitado para respeitar aqueles que nele acreditam”, disse o papa em entrevista ao jornal Al Ittihad, dos Emirados Árabes Unidos, publicada nesta segunda-feira (3). “Sinto raiva e repulsa dessas ações.”

“A liberdade de expressão nunca deve ser usada como meio para desprezar os outros, o que deve ser rejeitado e condenado.”

Um homem rasgou e queimou um Alcorão na capital da Suécia, Estocolmo, na semana passada, resultando em forte condenação de vários Estados, incluindo a Turquia, cujo apoio a Suécia precisa para entrar na aliança militar da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

Embora a polícia sueca tenha rejeitado vários pedidos recentes de manifestações contra o Alcorão, os tribunais anularam essas decisões, alegando que elas infringiam a liberdade de expressão.

Nesse domingo (2), um grupo islâmico de 57 Estados disse que medidas coletivas são necessárias para evitar atos de profanação do Alcorão, e que a lei internacional deve ser usada para impedir o ódio religioso.

- Publicidade -
Copiar