31.4 C
Juruá
domingo, junho 23, 2024

Polícia Federal e IBAMA prendem suspeitos por comércio ilegal de madeira em Guajará (AM)

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Na manhã da última quarta-feira, 5, a Polícia Federal de Cruzeiro do Sul, em ação conjunta com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), efetuou a prisão em flagrante de indivíduos suspeitos de realizarem comércio de madeira sem a devida autorização dos órgãos ambientais competentes.

Durante diligências preventivas de combate à criminalidade no município de Guajará, a equipe da Polícia Federal esteve em uma serraria que operava sem as licenças ambientais necessárias. Como resultado da ação, foram apreendidos aproximadamente 17 metros cúbicos de madeira, o que corresponde a cerca de 20 toneladas.

Os suspeitos foram detidos e poderão responder pelo crime de comércio ilegal de madeira sem autorização da autoridade competente, conforme estabelecido no artigo 46 da Lei 9.605/1998, conhecida como Lei dos Crimes Ambientais. Além disso, eles poderão ser acusados do crime de associação criminosa, tipificado no artigo 288 do Código Penal.

Os suspeitos foram encaminhados às autoridades competentes para a adoção das medidas legais cabíveis. As investigações seguirão para apurar a possível participação de outras pessoas ou grupos envolvidos no comércio ilegal de madeira na região.

  • Assessoria.
- Publicidade -
Copiar