24.9 C
Juruá
sábado, junho 15, 2024

Acre é habilitado a exportar carne suína para a República Dominicana

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Depois da visita de uma missão do Ministério da Agricultura da República Dominicana ao Acre em 2022, o estado recebe, agora, a boa notícia da habilitação para exportar carne suína ao país caribenho.

De acordo com o presidente do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (IDAF), Francisco Thum, a habilitação é resultado dos esforços dos produtores, da planta frigorífica (Dom Porquito, em Brasiléia) e do trabalho do órgão de defesa na parte sanitária.

“Isso deixa a gente muito orgulhoso. É resultado de um trabalho que vem sendo realizado com muito esmero, com muita dedicação pelo governo do estado e por todos os atores envolvidos no processo”, disse Thum ao ac24horas.

Por meio da Agência de Notícias do Acre, o governador Gladson Cameli celebrou a mais nova conquista da agroindústria local. Segundo o gestor, a expansão possibilitará mais desenvolvimento e geração de empregos no estado.

“O Acre é uma terra próspera e de muitas oportunidades para todos que queiram investir na nossa região. Recebo essa informação com muita alegria e na certeza de que estamos caminhando no rumo certo. Não tenho dúvidas que a carne produzida aqui chegará em muitos outros países”, enfatizou.

Segunda maior economia da América Central e Caribe, a República Dominicana, o país se apresenta como um destino promissor para as carnes brasileiras. O mercado é de cerca de 120 mil toneladas de importação anual.

Segundo o Ministério da Agricultura (MAPA), três plantas brasileiras dos Estados do Acre, Santa Catarina e Rio Grande do Sul foram habilitadas imediatamente a embarcar produtos para o mercado dominicano.

A República Dominicana é um dos mais relevantes mercados importadores de carne suína das Américas. Anualmente, o país produz 45 mil toneladas de carne suína, mas consome 165 mil toneladas, conforme dados de 2022 do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

  • Por Raimari Cardoso, do AC24horas.
- Publicidade -
Copiar