30.1 C
Juruá
quarta-feira, junho 12, 2024

Acre tem mais de 77,6 mil pessoas cadastrados em tarifa social de energia

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

77,6 mil famílias do Acre estão inscritas na Tarifa Social de energia elétrica. Essa quantidade é recorde desde quando a Energisa assumiu a concessão no Estado há cinco anos. Vale ressaltar que o CadÚnico e o NIS têm que ser renovados a cada dois anos ou perdem a validade.

“Para não perder o benefício, o cliente precisa estar com o cadastro atualizado. Para fazer isso, o cliente precisa ir ao local indicado pela prefeitura do município onde mora. Depois que fizer isso, pode ficar tranquilo que a Energisa fará o mapeamento e se ele estiver dentro dos critérios para receber o desconto, será cadastrado sem precisar sair de casa”, explicou o coordenador de atendimento da Energisa Acre, Marcos Ribeiro.

O benefício concede descontos progressivos na tarifa a famílias de baixa renda: quanto menor for o consumo da residência, maior é o desconto. As unidades consumidoras têm uma redução de 65% nos primeiros 30 kWh consumidos no mês. De 31 a 100 kWh, o desconto passa a ser de 40%. E de 101 até 220 kWh, há 10% de desconto.

Quem tem direito a Tarifa Social

Os beneficiários precisam atender alguns critérios definidos pelo governo, são eles:

I – Inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) para programas sociais do governo federal com renda mensal menor ou igual a meio salário-mínimo por pessoa;

II – Inscritos no CadÚnico com renda de até três salários-mínimos e que sejam portadores de doenças ou deficiência que necessite de tratamento continuado usando aparelhos que demandem do uso de energia elétrica;

III – Famílias inscritas no Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC), ou seja, idosos com idade de 65 anos ou mais e deficientes, cuja renda mensal familiar per capita seja inferior a ¼ do salário-mínimo.

O benefício é progressivo. Ou seja, depende do consumo de cada cliente.

- Publicidade -
Copiar