23.1 C
Juruá
terça-feira, fevereiro 27, 2024

Cinco acusados por chacina de mãe e dois filhos em 2020 são condenados

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

De acordo com a denúncia do Ministério Público, baseada no inquérito policial, a motivação da chacina iniciou no ano de 2020, por conta de um estupro de uma adolescente de 14 anos, na zona rural do município de Acrelândia. Dessa forma, o pai da vítima flagrou o crime, amarrando o acusado em uma árvore.

Em seguida, o pai da jovem deslocou-se à cidade para pedir ajuda à polícia, porém os familiares do acusado chegaram na localidade, soltaram o homem e mataram a mãe da jovem e seus dois irmãos. A jovem não foi assassinada, pois se fingiu de morta.

Diante dessas informações, o julgamento dos acusados de cometer a chacina terminou nesta quarta-feira (09), após três dias de audiência. Cinco dos seis acusados foram condenados.

José Francisco Mendes de Sousa, Geane Nascimento da Silva, Gean Carlos Nascimento da Silva, Gilvan Nascimento da Silva e Luciano Silva de Oliveira, foram condenados pelos três homicídios, pela tentativa de homicídio contra a adolescente e pelo crime de ocultação de cadáveres com penas que variam de 63 a 74 anos em regime fechado.

Ao todo, sete pessoas foram denunciadas pelos crimes, porém Gilvani Nascimento da Silva foi assassinado em 2021. Além disso, Gean Carlos Alves da Silva foi condenado há um ano de prisão pelo crime de coação, mas como já está há mais de dois anos preso, deverá responder em liberdade nas próximas horas.

- Publicidade -
Copiar
error: Alert: O conteúdo está protegido !!