27 C
Juruá
segunda-feira, maio 27, 2024

Cobra rara é levada do Acre a instituto do Rio de Janeiro para a produção de soro antiofídico

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Na última quarta-feira, 9, uma cobra da espécie ‘Lachesis muta’, rara no Brasil, foi transportada da capital acreana, Rio Branco, para o Instituto Vital Brazil, localizado em Niterói, no Rio de Janeiro, com o objetivo de auxiliar na produção de soros antiofídicos e medicamentos.

O animal, cuja linhagem foi extinta na cidade do Rio de Janeiro, fará parte do acervo da instituição e será utilizado para o tratamento de pacientes picados por serpentes dos gêneros Bothrops (jararaca, jararacuçu, urutu, cotiara, caiçara e outras) ou Crotalus (cascavel).

A cobra embarcou em um voo da LATAM às 01h30min em Rio Branco e seguiu para Brasília, onde pousou no Aeroporto Santos Dumont às 12h10 do horário local. De lá, foi encaminhada ao laboratório do instituto, em Niterói, onde se juntou a um plantel de outras 650 serpentes de diversas espécies.

- Publicidade -
Copiar