26.1 C
Juruá
domingo, julho 14, 2024

Dinamarca anuncia intensão de doar R$ 110 milhões ao fundo Amazônia

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Entenda o que é o Fundo Amazônia e como ele contribui para o  desenvolvimento sustentável | CG Ambiental

O governo da Dinamarca divulgou nesta terça-feira, 29, a intenção de doar 150 milhões de coroas dinamarquesas (cerca de R$ 110 milhões) para o Fundo Amazônia, no período entre 2024 e 2026.

Criado pelo governo federal em 2008, interrompido em 2019 e retomado neste ano, o Fundo Amazônia reúne dinheiro doado por governos estrangeiros para investir em projetos de prevenção e combate ao desmatamento, bem como para a conservação e uso sustentável da floresta.

O anúncio foi feito após uma reunião em Brasília entre a ministra brasileira do Meio Ambiente, Marina Silva, e o ministro de Cooperação para o Desenvolvimento e Política Climática Global da Dinamarca, Dan Jørgensen. A doação da Dinamarca ainda precisa ser aprovada pelo parlamento do país. A Dinamarca já estava em negociações com autoridades brasileiras e era um dos países interessados em se tornar doador do fundo.

Uma declaração conjunta dos governos do Brasil e da Dinamarca, divulgada pelo Ministério do Meio Ambiente, informa que “a ministra Marina Silva agradeceu ao ministro Dan Jørgensen e ao governo dinamarquês pela proposta oportuna e significativa de contribuição ao Fundo Amazônia, que apoiará os esforços do governo brasileiro para eliminar o desmatamento na Amazônia até 2030 e promover o desenvolvimento sustentável na Região Amazônica”.

A Dinamarca é o quinto país ou entidade interessada em colaborar com o Fundo Amazônia desde que foi recriado pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), no início de sua gestão.

Em abril, os Estados Unidos anunciaram uma doação de R$ 2,5 bilhões; em maio, o Reino Unido se comprometeu a doar R$ 500 milhões; em junho, a União Europeia anunciou R$ 100 milhões; e, em julho, a Suíça divulgou uma doação de R$ 30 milhões.

O Fundo Amazônia é administrado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e as doações só são efetuadas depois que o Brasil comprova uma redução efetiva do desmatamento. Desde sua criação, o fundo já recebeu R$ 3,3 bilhões, que se transformaram em R$ 5,5 bilhões devido aos rendimentos financeiros.

A Amazônia Legal engloba nove estados brasileiros (Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e parte do Maranhão) e corresponde a 59% do território nacional.

  • Fonte: Estadão Conteúdo
- Publicidade -
Copiar