24.7 C
Juruá
terça-feira, fevereiro 27, 2024

Em Cruzeiro do Sul, Programa Minha Terra de Papel Passado entrega mais de 800 títulos definitivos

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

A parceria entre o Governo do Estado, Prefeitura Municipal, Instituto de Terras do Acre (ITERACRE) e o Poder Judiciário do Estado do Acre realizaram na manhã desta terça-feira (29), em Cruzeiro do Sul, uma cerimônia de entrega de mais de 800 títulos definitivos para as famílias do município, por meio do Programa Minha Terra de Papel Passado, iniciativa promovida pelo Conselho Nacional de Justiça.

“Há muito tempo eu esperava por esse título, porque se não temos o documento da nossa terra, não temos nada. Agora eu posso fazer algum ajuste na casa, reforma, porque está tudo legalizado”, relatou um morador do bairro Cruzeirão.

De acordo com o Plano Nacional, esta semana compreende a Semana de Regularização Fundiária Solo Seguro, no qual o Governo do Estado tem promovido desde a sexta-feira (03), ações de entrega de documentos aos moradores da capital acreana, do município de Feijó e de Cruzeiro do Sul.

“No Plano Nacional essa semana é dedicada a regularização fundiária. Por isso, desde a sexta-feira (03), estamos participando desses eventos que se iniciaram em Rio Branco, ontem em Feijó e hoje em Cruzeiro do Sul, assim, daremos continuidade a esse trabalho”, disse o Desembargador Samuel Evangelista.

“Esse ato marca um passo importante para a cidadania das pessoas, aqui é um momento onde o Governo do Estado, a esfera judiciária e a Prefeitura Municipal se unem para trazer dignidade às famílias de Cruzeiro do Sul, sendo fundamental para que a gente possa estar valorizando as pessoas que moram nos bairros da nossa cidade”, destacou o prefeito Zequinha Lima. Além disso, o gestor municipal anunciou que no mês de setembro, serão entregues cerca de 250 títulos definitivos no bairro do Aeroporto Velho, em Cruzeiro do Sul.

Segundo o Governador Gladson Cameli, essa ação social contribuirá para a redução das desigualdades e trará cidadania para as famílias acreanas.

Por fim, a Presidente do ITERACRE, Gabriela Câmara, informou que haverá o planejamento para a possível regularização fundiária na zona rural de Cruzeiro do Sul e no município de Xapuri. “Nós temos outras áreas também para contemplar, mas isso é tudo feito através de um estudo técnico e de uma pesquisa cartorial da matrícula, contudo, a intenção é continuar e planejar metas cada vez mais ousadas”, ressaltou.

- Publicidade -
Copiar
error: Alert: O conteúdo está protegido !!