28 C
Juruá
quinta-feira, abril 18, 2024

Escrivães alegam déficit de profissionais e pedem concurso público emergencial em Cruzeiro do Sul

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Citando escassez de escrivães, os profissionais da Polícia Civil de Cruzeiro do Sul estão reivindicando um concurso público emergencial, para que sejam preenchidas as vagas previstas na Lei nº 2.250, de 21 de dezembro de 2009.

Das 160 vagas previstas para escrivão de polícia, apenas 106 estão ocupadas em todo o estado. Em Cruzeiro do Sul, há seis escrivães de carreira, além de três temporários. Dois desses estariam prestes a deixar o cargo, o que, segundo os servidores, causará sobrecarga.

Portanto, segundo eles, pelo menos doze escrivães a mais seriam necessários no quadro da Polícia Civil do município, sendo:

-4 para atender as demandas de crimes contra o patrimônio
-2 para o cartório plantonista
-2 para triagem e o primeiro atendimento às vítimas
-1 para atender férias e atestados do plantão
-1 para atender as demandas de crime contra a vida
-1 para auxiliar o cartório de legislação especial e TCO
-1 para responder às requisições ministeriais e estatísticas

- Publicidade -
Copiar