25 C
Juruá
domingo, junho 23, 2024

Espanha vence a Suécia e alcança sua primeira final de Copa do Mundo Feminina

Por CNN Brasil.

- Publicidade -

Espanha venceu a Suécia por 2 a 1 e se classificou para a final da Copa do Mundo Feminina

A Espanha venceu a Suécia por 2 a 1 nesta terça-feira (15) e garantiu um lugar na final da Copa do Mundo Feminina. As espanholas alcançam a decisão do Mundial das mulheres pela primeira vez em sua história.

Salma Paralluelo, que entrou na etapa final no lugar de Alexia Putellas, e Olga Carmona anotaram os gols da Fúria. Blomqvist marcou para as suecas, que se despedem da competição. Nenhuma seleção registrou mais eliminações em semifinais de Mundiais femininos do que a Suécia: quatro oportunidades (1991, 2011, 2019 e 2023).

Agora, a Espanha espera por sua adversária na final. Austrália e Inglaterra se enfrentam nesta quarta (16) para definir a segunda finalista do torneio.

A Copa do Mundo de 2023 terá uma seleção campeã inédita. Espanha e Inglaterra, inclusive, terão a oportunidade de se juntar à Alemanha como países que já conquistaram o título tanto no masculino quanto no feminino.

A atual edição já era histórica para a Espanha, que nunca havia alcançado uma semifinal feminina. Em sua estreia no torneio, em 2015, as espanholas caíram na fase de grupos tendo empatado um jogo e perdido duas partidas. Já na segunda participação, em 2019, chegou às oitavas de final, mas perdeu para os Estados Unidos, que seriam campeões.

A atacante Paraluello, do Barcelona, se transformou em uma das grandes personagens deste Mundial. Aos 19 anos, ela veio do banco de reservas nas quartas de final para marcar o gol da classificação diante da Holanda. Nesta terça, também saiu do banco, substituiu a melhor jogadora do mundo e abriu o placar para a Espanha contra a Suécia.

Até um ano atrás, quando ainda defendia o Villarreal, Salma Paraluello se dividia entre o futebol e o atletismo, às vezes participando de eventos das duas modalidades em um mesmo de fim de semana.

O gol da camisa 18 saiu aos 36 minutos do segundo tempo, aproveitando um corte errado da defesa sueca em um cruzamento e mostrando oportunismo para definir.

A Suécia chegou ao empate na especialidade da casa: o jogo aéreo. Após bola alçada da esquerda para dentro da área, Hurtig amorteceu de cabeça para Blomqvist, que chutou firme para deixar tudo igual aos 43.

Contudo, no minuto seguinte, em jogada ensaiada de escanteio, a lateral-esquerda Olga Carmona recebeu na entrada da área e bateu colocado para marcar o segundo e colocar a Espanha na final.

As espanholas terão um dia a mais de descanso com relação à equipe que enfrentarão na decisão. Inglaterra e Austrália disputam a segunda vaga, em busca da consagração inédita na Copa do Mundo Feminina.

- Publicidade -
Copiar