23.9 C
Juruá
domingo, março 3, 2024

Filme acreano ‘Noites Alienígenas’ compõe lista de longas-metragens que podem representar o Brasil no Oscar

Por Maria Meirelles, dA Gazeta do Acre.

- Publicidade -

O premiadíssimo filme acreano ‘Noites Alienígenas’ está compondo a lista dos 28 longas-metragens elegíveis para representar o Brasil no Oscar 2024, ou seja, que estão aptos e disputam a indicação à vaga na categoria Melhor Filme Internacional no maior premiação de cinema do mundo.

As reuniões da Comissão de Seleção acontecerão em duas etapas: dia 05 de setembro, quando serão selecionados seis títulos entre os inscritos, e a reunião final, no dia 12 de setembro de 2023, para a escolha do título que representará o Brasil na disputa por uma vaga na categoria Melhor Filme Internacional no Oscar 2024.

A 96ª edição do Oscar está marcada para 10 de março de 2024.

Para o diretor do primeiro longa-metragem acreano a chegar nos cinemas, Sérgio de Carvalho, compor a lista dos 28 filmes que disputam à vaga na categoria Melhor Filme Internacional no Oscar 2024 é uma grande vitória.

“É uma alegria imensa ver o Noites Alienígenas, um filme acreano, amazônico, sendo selecionado entre os 28 filmes brasileiros possíveis de concorrer a uma vaga ao Oscar. Independente de qualquer resultado, já é uma grande vitória! O filme tem nos dado muitas alegrias desde sua estreia, tornando-se um marco de representatividade do cinema feito no Norte do Brasil. No meu coração, um imenso sentimento de gratidão a todos que fizeram e fazem este filme acontecer. Muito emocionante uma história do nosso Acre, de dor, de resistência, estar tocando tantos corações por onde passa”, destacou Sérgio.

Confira a lista:

  • A Primeira Morte de Joana, de Cristiane Oliveira
  • Angela, de Hugo Prata
  • Chef Jack, O Cozinheiro Aventureiro, de Guilherme Fiuza Zenha
  • Elis & Tom, Só Tinha de Ser com Você, de Roberto de Oliveira
  • Estranho Caminho, de Guto Parente
  • Jair Rodrigues – Deixa que Digam, de Rubens Rewald
  • Mais Pesado é o Céu, de Petrus Cariry
  • Medusa, de Anita Rocha da Silveira
  • Ninguém é de Ninguém, de Wagner de Assis
  • Noites Alienígenas, de Sergio de Carvalho
  • Nosso Sonho, de Eduardo Albergaria
  • O Alecrim e o Sonho, de Valerio Fonseca
  • O Espaço Infinito, de Leo Bello
  • O Faixa Preta – A Verdadeira História de Fernardo Tererê, de Caco Souza
  • O Homem Cordial, de Ibere Carvalho
  • O Mestre da Fumaça, de André Sigwalt e Augusto Soares
  • O Rio do Desejo, de Sergio Machado
  • Pedágio, de Carolina Markowicz
  • Perdida, de Luiza Shelling Tubaldini
  • Perlimps, de Alê Abreu
  • Raquel 1:1, de Mariana Bastos
  • Regra 34, de Julia Murat
  • Retratos Fantasmas, de Kleber Mendonça Filho
  • Segundo Tempo, de Rubens Rewald
  • Sinfonia de um Homem Comum, de José Joffily
  • Tia Virginia, de Fabio Meira
  • Tração, de André Luís
  • Urubus, de Claudio Borrelli
- Publicidade -
Copiar
error: Alert: O conteúdo está protegido !!