30.3 C
Juruá
sexta-feira, maio 24, 2024

Maternidade do Juruá promove atividade de abertura da campanha Agosto Dourado

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Os 19 litros de leite humano doados em dois meses por Hellen de Oliveira ajudaram a salvaguardar e desenvolver, em média, a vida de 190 bebês que nasceram prematuros, com baixo peso ou baixo peso extremo no Vale do Juruá. A lactante prestigiou a atividade de abertura da campanha Agosto Dourado, realizada na Maternidade de Cruzeiro do Sul, na manhã desta terça-feira, 1⁰.

Doadoras compartilharam as experiências de quem contribui para salvar vidas. Outras atividades serão executadas nas próximas semanas. Foto: Eliel Mesquita/Secom

Ela definiu como gratificante o ato de servir ao próximo. “É um gesto de amor ajudar outras pessoas”, proferiu a mãe da pequena Heliza, de apenas dois meses.

A confraternização, que marca o início das atividades no mês que incentiva o aleitamento materno, propiciou às doadoras, mães internadas no hospital, pais e colaboradores um café da manhã, entrega de lembranças e um momento para compartilharem histórias estimulantes sobre a doação do leite materno.

A campanha tem como tema “Possibilitando a amamentação: fazendo a diferença para mães e pais que trabalham”. Foto: Eliel Mesquita/Secom

“Todos os anos realizamos essa atividade de celebração à vida, com o intuito de atrair mulheres para o aleitamento materno, pois somente com a colaboração delas temos condições de fornecer leite pasteurizado às crianças que ficam internadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal ou na Mãe Canguru desta unidade”, ratificou Márcia Soares de Paula, coordenadora do Banco de Leite da Maternidade do Juruá.

Mães que amamentam e ajudam filhos de outras mulheres a crescerem e a se desenvolverem. Foto: Eliel Mesquita/Secom

Na ocasião, foi inaugurada oficialmente a sala da mãe trabalhadora que amamenta. A iniciativa do governo federal acontece na região em parceira com a gestão do Estado. “Nela, realizamos a ordenha e ofertamos orientações às mães. Com isso, criamos uma rede de apoio para a mulher que encontra dificuldades para amamentar quando retoma suas funções no mercado de trabalho”, destaca Márcia Soares.

Registro de mãe e filha usufruindo dos serviços da sala da mãe trabalhadora que amamenta. Foto: Eliel Mesquita/Secom

Maternidade celebra os mais de 220 litros de leite coletados em um ano

No dia 29 de abril de 2022 o Banco de Leite do Hospital da Mulher e da Criança (HMCJ) deixou de ser ponto de coleta e passou a ser integrante da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano.

Mais de 200 litros de leite humano foram coletados em um ano pela Maternidade do Juruá. Foto: Marcos Santos/Secom.

Desde então, todo leite coletado pela maternidade passa pelo processo de pasteurização, garantindo o fornecimento com excelente qualidade para a Mãe Canguru e Neonatal.

O histórico investimento do governo acreano e parceiros completa um ano celebrando 229 litros de leites coletados. Desses, 77 foram distribuídos, beneficiando um total de 245 bebês.

Leite humano é vida. Doe! Em Cruzeiro do Sul, as mães interessadas em doar podem ligar ou mandar mensagem para o contato (68) 99904-4072. Foto: Eliel Mesquita/Secom

“As conquistas são frutos da política do Estado que visa a humanização dos serviços. Trabalhamos de forma incansável para levar ao usuário da nossa unidade um atendimento de qualidade, e isso se torna possível graças às condições dignas de trabalho”, disse Iglê da Silva, gerente-geral da Maternidade.

E agradeceu: “Somos gratos ao governo estadual pelos esforços feitos em prol de melhorar a qualidade de vida do nosso povo”.

  • Por Eliel Mesquita, da Agência de Notícias do Acre.
- Publicidade -
Copiar