32.4 C
Juruá
sábado, junho 22, 2024

Ministério Público investigará possíveis irregularidades na venda de ingressos para camarote na Expoacre Juruá de 2022

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

O Ministério Público do Acre (MP-AC) investigará possíveis irregularidades na venda de ingressos para o camarote do Amnésia Deck Bar, em Cruzeiro do Sul, durante a Expoacre Juruá do ano passado, 2022. O órgão considera possível improbidade administrativa, dado que o evento é gratuito.

Em publicação no Diário Eletrônico do MP-AC desta terça-feira (29), assinada pela promotora de Justiça Manuela Canuto de Santana Farhat, o caso foi classificado como “Cobrança de Ingresso por Empresa para show custeado com Recursos Públicos”.

De acordo com a decisão, documentos e informações, inclusive do governo do estado, serão solicitados, e serão realizadas diligências para verificar as suspeitas. O MP diz que o procedimento é necessário para especificar de maneira eficaz o objeto da investigação.

“Visando i) promover diligências investigatórias — em especial a coleta de informações, depoimentos, certidões, inspeções, perícias e outras — para apurar os fatos noticiados nos autos e, ao final, ii) subsidiar a expedição de recomendação, a confecção de termo de ajustamento de conduta, a evolução para inquérito civil, ou a promoção de ação civil pública”, esclarece trecho.

O proprietário do Amnésia Deck Bar, Eric Sales, disse ao G1 que o estabelecimento opera dentro da legalidade e cobra pelos ingressos devido às despesas com a montagem do espaço.

“A gente participou de licitação, a gente pagou as taxas, apresentamos a documentação. Os shows são de graça, ninguém paga pra ver os shows. O que a gente fez foi um camarote, que temos som ao vivo dentro, ONGs de reciclável, seguranças particulares. Tudo dentro da lei e organizado. Temos uma despesa muito alta, por isso temos que cobrar ingresso. Os shows são gratuitos”, explicou ele.

Página do estabelecimento em uma rede social divulgava ingressos para o camarote — Foto: Reprodução
Página do estabelecimento em uma rede social divulgava ingressos para o camarote — Foto: Reprodução
- Publicidade -
Copiar