23 C
Juruá
domingo, maio 26, 2024

Morador do interior do Acre sobrevive a ataque de onça e conta: “Se não fosse experiente, teria sido morto”

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Gouveia Lira, morador do Rio Iaco, sofreu ataque de uma onça vermelha na semana passada, no qual passou cerca de 30 minutos no combate com o animal. O caso aconteceu no seringal Santo Antônio, cerca de 4 dias de barco do porto de Sena Madureira, no interior do Acre.

Segundo informações, o morador estava trabalhando no roçado no momento em que seus cães acuaram a onça na floresta. Em seguida, Gouveia deslocou-se ao local, na tentativa de salvar os animais, porém acabou tornando-se alvo da onça.

Após a luta, o homem ficou com escoriações nas costas e um ferimento na mão direita.

“Ele estava brocando o roçado quando os cachorros correram atrás dessa onça e ele foi lá para retirar os animais. Quando chegou lá, a onça partiu para cima dele. Segundo ele, travou uma luta por cerca de 30 minutos com a onça. Graças a Deus, ele conseguiu desferir alguns golpes de terçado nela, fazendo com que a mesma viesse a óbito. Não fosse ele ser um caçador experiente, muitos anos morando na mata, ele não teria sobrevivido”, relatou Pablo, residente da comunidade Nova Olinda e vizinho da vítima.

O vizinho contou que esteve na propriedade de Gouveia um dia após o acontecimento, e, se não fosse a experiência do morador, a onça teria o matado, pois Gouveia não possuía arma de fogo para se proteger.

- Publicidade -
Copiar