31.9 C
Juruá
segunda-feira, maio 20, 2024

Na Expoacre, FIEAC apresenta a Gonzaga e Nicolau desempenho do setor de alimentos

Por Redação

- Publicidade -


O presidente da Federação das Indústrias do Acre (FIEAC), José Adriano recebeu na noite do último sábado (5) no espaço da indústria, na Expoacre, o presidente e o primeiro secretário da ALEAC, Luiz Gonzaga e Nicolau Júnior, e apresentou um relatório do setor.

Aos parlamentares, Adriano mostrou o desempenho do setor de alimentos, o que mais cresceu no estado na última década.
A indústria de alimentos cresceu 232,9% entre 2007 e 2019 no Acre, configurando-se no segmento industrial que mais avançou no período no Estado. Produtos de metais (89,5%) e móveis (77,3%) aparecem como 2º e 3 º que mais cresceram nos 12 anos analisados.
Esse desempenho, observou Adriano, vem acompanhado com geração de emprego e renda, elevando o saldo da economia regional. Gonzaga e Nicolau se mostraram satisfeitos com os números positivos dos setores, alavancados pelas indústrias de alimentos.
“Números são incontestáveis e aqui vemos um superávit no setor de alimentos, que como eles dizem, está em alta. Nossas indústrias estão operando no azul porque o governo tem sido um grande parceiro“, observou Gonzaga.
Outro setor que também lidera o saldo positivo nas estatísticas da FIEAC é o madeireiro. Para Nicolau Júnior a saúde financeira que o setor vive, tem as políticas ambientais da gestão de Gladson Cameli como o principal aliado.
“A gestão do Gladson apostou na educação ambiental ao invés da repressão. O Estado atuando como parceiro fortalece qualquer setor, e o madeireiro é um exemplo real”, disse.

- Publicidade -
Copiar