31.9 C
Juruá
segunda-feira, maio 20, 2024

Pais e filhos se casam no mesmo dia em cerimônia coletiva no interior do Acre

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Momento de emoção (Foto: Elisson Magalhães)

A mais importante ação social do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), o Projeto Cidadão, faz jus ao slogan e “promove justiça e cidadania” há quase três décadas. Além da emissão de documentos, atendimentos de saúde, atendimentos jurídicos e atendimentos previdenciários, o Projeto viabiliza legitimar a união por meio do Casamento Coletivo destinado, preferencialmente, aos casais com hipossuficiência financeira.

Acompanhados de suas noivas e vestidos especialmente para a ocasião, pai e filho sentaram-se lado a lado para oficializar a união na cerimônia coletiva, no município de Sena Madureira, na última sexta-feira, 18. Mas eles não foram os únicos. Raimundo Paiva dos Santos e Maria Ivanilde Ferreira de Araújo, estiveram ao lado da filha, Alcirlan Araújo dos Santos, compartilhando da emoção de celebrar a oficialização de sua união e a da filha com o noivo Rossemildo de Araújo Lopes.

A cerimônia aconteceu na quadra da Escola Messias Rodrigues, e foi prestigiada por familiares e amigos, que trocaram sorrisos, abraços e celebraram junto aos 150 casais inscritos no Casamento Coletivo, que finalizou a edição do Projeto Cidadão no município, depois de três dias de trabalho que gerou 1.800 atendimentos em diversas áreas.

Raimundo Paiva dos Santos e Maria Ivanilde Ferreira de Araújo e a filha, Alcirlan Araújo dos Santos (Foto: Elisson Magalhães)

O prefeito do município de Sena Madureira, Mazinho Serafim, agradeceu pela realização do projeto. “Agradeço imensamente ao Poder Judiciário do Acre, por esses 1.800 atendimentos, e o Casamento Coletivo, que está oficializando a união de muitos casais que acabam não fazendo isso devido os custos e a burocracia. Parabéns ao Tribunal de Justiça do Acre, em nome do desembargador Samoel, por essa ação, o nosso município agradece”, ressaltou.

Prestigiaram também a cerimônia o juiz de Direito, Fábio Farias, e os juízes de Direito Substitutos, Caíque Cirano, Bruna Perrazzo, o secretário municipal de Finanças, Getulião Francisco Saraiva, o secretário municipal de Cidadania e Assistência Social, Daniel Herculano e o representante da Ordem dos Advogados do Brasil – Subseccional Sena Madureira, Lívio Passos.

O juiz de Direito Eder Viegas falou da emoção em celebrar pela primeira vez a cerimônia. “Para mim foi surpreendente, porque não esperava que seriam 150 casais, na minha primeira celebração de casamento como juiz aqui em Sena Madureira. A população quis realmente regularizar as uniões estáveis. Fiquei muito emocionado, porque é um sonho realizado pra mim na condição de magistrado, e fomentando e acreditando que a família é a base da sociedade, e aqui concretizando o sonho de muitos casais. Pra mim foi fenomenal. O impacto social é grande, porque as pessoas querem casar, porque acreditam que, volto a dizer, a família é a base efetiva da sociedade”.

A hora do sim

Antes de fazer a pergunta aos casais de forma coletiva, simbolicamente de forma individual, o magistrado Eder Viegas oficializou a união do casal mais jovem, Raylan da Silva Ciqueira, 17 anos, e Heuliane Lima, 16 anos, e o casal mais experiente, Maria Margarida do Nascimento, 66 anos, e Adalto Osorio do Nascimento, 80 anos.

No sim coletivo, o beijo selou a união fechando a cerimônia para a realização da entrega das certidões, o compartilhamento do bolo e tirar fotos. Dessa forma, o Projeto Cidadão fechou mais um edição ao longo de seus 28 anos levando inclusão e cidadania a todo o Acre.

Texto: Andréa Zílio e Elisson Magalhães / Fotos: Elisson Magalhães | Comunicação TJAC

- Publicidade -
Copiar