23.1 C
Juruá
terça-feira, fevereiro 27, 2024

Pesquisadores desvendam fatores que afetam a produção de ouriços pelas castanheiras

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Uma pesquisa feita por cientistas da Embrapa, da Universidade Federal do Acre (Ufac) e das universidades norte-americanas do Alabama (UA) e da Flórida (UFL) afirma que fatores como o relevo, a variação da pressão de vapor do ar e mudanças no clima influenciam na produção dos ouriços das castanheiras.

Os pesquisadores, de acordo com publicação do portal da Embrapa na internet, acompanharam e registraram durante dez anos a produção natural de frutos em 258 castanheiras centenárias distribuídas em duas comunidades no estado do Acre: Reserva Extrativista Chico Mendes e Projeto de Assentamento Agroextrativista Chico Mendes.

O trabalho foi publicado pela revista Nature, no artigo Comparative models disentangle drivers of fruit production variability of an economically and ecologically important long-lived Amazonian tree.

De acordo com o estudo, os anos com estação seca mais severa, ou seja, pouca chuva e elevada temperatura entre junho e agosto, ocasionaram redução na produção de frutos.

Os pesquisadores descobriram que o período de seca é muito importante na determinação da produção de frutos da castanheira, pois é a época do ano em que as árvores estão iniciando a floração. O estudo comprovou que a pressão de vapor do ar também influenciou na produção.

O estudo registrou que as árvores localizadas em pontos de maior altitude no terreno produziram mais frutos comparadas àquelas que cresceram em lugares de baixio na floresta.

Outros fatores significativos revelados pelo modelo foram a quantidade dos minerais fósforo (P) e potássio (K) disponíveis no solo. Maiores níveis desses minerais no solo resultam em maiores quantidades de frutos produzidos pelas árvores.

  • Por Raimari Cardoso, do AC24horas.
- Publicidade -
Copiar
error: Alert: O conteúdo está protegido !!