24.9 C
Juruá
sábado, junho 15, 2024

Antony é desconvocado da Seleção Brasileira em meio a investigação por agressão

Por CNN Brasil.

- Publicidade -

Antony, do Manchester United, foi desconvocado por Fernando Diniz para a estreia do Brasil nas Eliminatórias

O atacante Antony, do Manchester United, foi desconvocado da Seleção Brasileira nesta segunda-feira (4) em meio à investigação sobre a suposta agressão contra sua ex-namorada, a DJ e influenciadora Gabriela Cavallin.

Para o lugar do jogador, o técnico Fernando Diniz convocou Gabriel Jesus, do Arsenal, que fará parte do grupo para os jogos contra Bolívia e Peru, pelas duas primeiras rodadas das Eliminatórias para a Copa do Mundo. O atacante dos Gunners marcou na vitória da equipe sobre o United no fim de semana, pela Premier League.

“Em função dos fatos que vieram a público nesta segunda-feira (04/09), envolvendo o atacante Antony, do Manchester United, e que precisam ser apurados, e a fim de preservar a suposta vítima, o jogador, a Seleção Brasileira e a CBF, a entidade informa que o atleta está desconvocado da Seleção Brasileira”, afirmou a CBF em nota.

Nesta segunda, o portal UOL divulgou fotos, vídeos e prints de supostas conversas entre Antony e Gabriela que confirmariam a agressão.

Por conta da acusação, o atacante passou a ser investigado pela Polícia Civil de São Paulo. O inquérito policial foi instaurado pela 5ª Delegacia de Defesa da Mulher.

Antony nega as acusações de agresão contra Gabriela Cavallin. Empresário do atleta, Júnior Pedroso se pronunciou sobre o caso por meio de um comunicado enviado à CNN.

“O que se pode observar é que ela aparece na mídia sempre nos momentos que ela sabe que pode prejudicar o Antony. Como no dia da convocação para Seleção Brasileira e agora no momento da apresentação. Mas os fatos expostos são os mesmos que estão sendo tratados no processo investigatório”, afirmou Pedroso.

A DJ e influenciadora respondeu à defesa do empresário.

“Ele [Antony] vai tentar tirar minha credibilidade de qualquer forma, mas eu não vou deixar. Ele sabe tudo que fez comigo. Não é à toa que ele sempre quebrava meu celular para tirar todas as provas que eu tinha. Já quebrou três celulares meus quando falei em denunciar ele”, disse Gabriela à CNN.

- Publicidade -
Copiar