27 C
Juruá
segunda-feira, maio 27, 2024

Em noite de festa na Câmara do Bujari, vereador Marivaldo Rodrigues é empossado: ‘estou pronto para trabalhar’

Por Assessoria.

- Publicidade -

Em uma sessão prestigiada por familiares, amigos e a população do Bujari, foi empossado na noite da última quinta-feira (21), na Câmara Municipal, o vereador Marivaldo Rodrigues, do PCdoB. Ele assume a vaga deixada pelo vereador Gilvan Souza, cassado na última terça-feira (19) por agredir verbalmente a colega de parlamento, Eliane Rosita (PP), em janeiro deste ano.

Em seu discurso de posse, Marivaldo Rodrigues disse que está preparado. “Estou pronto para trabalhar. Tudo que for feito aqui vai ser feito com diálogo. Prometo aos senhores que não vai ter problema nenhum. O que quero é trabalhar em defesa do meu município. Quero fazer tudo certo como tenho aprendido com meus companheiros, colegas produtores rurais. São 20 anos de trabalho, de organização social”, destacou.

Ao ser citado por Marivaldo Rodrigues, o deputado estadual Edvaldo Magalhães retribuiu a fala e afirmou que o PCdoB volta a escrever uma bela história no Bujari. O Partido tem mantido sempre a representatividade ao longo das legislaturas na Câmara.

“Tem algumas coisas que a gente não abre mão. E o respeito às pessoas é uma delas. Eu fico muito feliz. Não quero olhar para trás porque acho que nós temos um bom quadro para construir o nosso futuro, a representação futura do nosso partido. Marivaldo tem história, Marivaldo tem causa. Marivaldo sabe se relacionar com todos. Ele também é firme e tem posição. Tem lado na política, e isso é muito importante”, destacou o deputado estadual.

A vereadora Eliane Rosita (PP) fez um discurso emocionado. “Hoje é um dia de muita alegria, essa sessão de posse do vereador Marivaldo. Todos sabem o motivo da posse do senhor Marivaldo. Terça-feira, após seis meses foi dada a cassação do vereador Gilvan. Não é bom para a democracia que um vereador seja cassado, no entanto, estamos com a sensação do dever cumprido. Muitas vezes cumprir o dever não é fácil. Parabenizo o seu partido, o presidente ex-vereador Raimundinho, parabenizo a postura do deputado Edvaldo Magalhães, que abraçou a causa em defesa das mulheres como sendo uma causa apartidária, e é assim que deve ser”, reforçou.

O presidente municipal do PCdoB no Bujari, ex-vereador Raimundinho, também esteve no ato de posse. Ele ressaltou que, verdadeiramente, agora, o partido estará bem representado com chegada do ativista social. “A cadeira do PCdoB não fica vaga neste parlamento desde o tempo do camarada Arimatéia. A vida vai rodando e na política roda rápido. Agora sim, a nossa alegria está maior que no dia 1º de janeiro [2021]. Marivaldo faz parte da nossa história de vida e certamente vai fazer esse parlamento engrandecer ainda mais com vocês”, pontua.

Já o presidente da Câmara, vereador James Mourão (PP), foi telegráfico. Disse que as portas da Casa Legislativa e da residência dele estão abertas para o novo parlamentar. “Conte comigo porque eu não estou aqui para atrapalhar ninguém, estou aqui para ajudar e ser ajudado. Conto com o senhor e conte comigo. Nós estamos aqui para trabalhar para o povo. Foi para isso que fomos eleitos”.

Aparecida Rocha (PP) desejou um novo tempo ao Bujari. “Que esse novo momento nesta Casa venha trazer uma nova história para este município. Nós fizemos um juramento de trazer aqui, perante à sociedade, os anseios do povo”.

Uma história de luta em defesa dos trabalhadores rurais

Elias Daier (PSDB) lembrou a trajetória do colega empossado: “é importante dizer que Marivaldo é o único vereador deste parlamento que tem uma história de luta bem parecida com a minha. Tanto é verdade que durante muito tempo, nós vivenciamos lutas conjuntas em prol dos trabalhadores rurais, extrativistas e dos seringueiros. Já fizemos, juntos, grandes enfrentamentos de passarmos dias. Tenho certeza que a vinda dele para esta Casa enaltece e enobrece ainda mais a luta dos trabalhadores e trabalhadoras rurais deste município”.

O emedebista Jairo Moraes foi um dos últimos a falar. Ele acompanhou o discurso do tucano Elias Daier ao realçar a luta de Marivaldo Rodrigues. “Quero mais ainda dizer: faltava essa peça para incluir na defesa da zona rural, do extrativismo e dos ribeirinhos. Nós temos pessoas aqui que defende a zona rural, mas essas duas áreas estarão bem representadas pelo nosso amigo Marivaldo”.

- Publicidade -
Copiar