27 C
Juruá
segunda-feira, maio 27, 2024

Gladson quebra o protocolo em solenidade da PM, se dirige a famílias da Terra Prometida e fala em projeto habitacional

Por Luciano Tavares, do Notícias da Hora.

- Publicidade -

Gladson quebra o protocolo em solenidade da PM, se dirige a famílias da Terra Prometida e fala em projeto habitacional

O governador Gladson Cameli quebrou o protocolo durante discurso em uma solenidade na frente do quartel da Polícia Militar do Acre, no Centro da capital, nesta terça-feira (5), e se colocou à disposição das famílias da ocupação Terra Prometida, que estavam na cerimônia para falar com o chefe do Palácio Rio Branco.

Com o microfone na mão, Gladson se dirigiu até as famílias e lembrou que o governo federal deve liberar recursos para a construção de unidades habitacionais destinadas a pessoas de baixa renda e que seu objetivo é contemplá-las.

“O que é determinado pela Justiça não se discute, é cumprido. Tem que cumprir, não sou eu quem diz isso. Eu estou aqui me colocando à disposição para que gente sente e converse e eu apresente um plano. Uma informação a vocês: essa semana saiu um decreto oficial do gabinete do ministro das Cidades autorizando a construção de novas unidades. E eu quero externar para vocês, dar prazo e dia e dar uma satisfação. Se vocês toparem, quando terminar essa solenidade eu vos recebo aqui no gabinete”, afirmou.

Há pelo menos uma semana, moradores da Terra Prometida que ocupavam uma área do Estado no bairro Irineu Serra, mas que foram despejados após mandado de reintegração de posse, acampam no hall do prédio da Assembleia Legislativa do Acre.

Das famílias que moravam na Terra Prometida foram cadastradas 217 no aluguel social, segundo o governo. Deste montante, 105 apresentaram a documentação exigida, e 65 já se encontraram com o benefício ativo.

- Publicidade -
Copiar