32.7 C
Juruá
domingo, maio 26, 2024

IBGE tem quase 900 vagas efetivas em concurso público unificado

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) tem autorização para realizar um novo concurso, com 895 vagas efetivas. Desse quantitativo, 300 serão de nível médio, no cargo de técnico em informações geográficas e estatísticas.

Tais oportunidades devem ser ofertadas no Concurso Nacional Unificado (CNU). Isso porque, na tabela apresentada pelo Governo Federal, há previsão de 600 vagas para o nível médio.

Somente três órgãos receberam autorização para provimento em cargos de nível médio, sendo eles: o IBGE, a Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Dessa forma, o próprio governo estima que as vagas do IBGE sejam disponibilizadas no CNU, também chamado de “Enem dos Concursos”.

O que é o Concurso Nacional Unificado?

O Concurso Nacional Unificado é uma proposta do Governo Federal de centralizar os concursos autorizados este ano. A ideia é aplicar uma prova, no início de 2024, em cerca de 180 municípios do país.

Com o concurso de forma unificada, o governo pretende democratizar o acesso ao serviço público. A adesão ao CNU é voluntária.

Os órgãos e ministérios que receberam autorização para concursos devem decidir sobre a participação até o dia 29 de setembro.

Por sua vez, o IBGE informou que a adesão ainda está em análise.

“Por enquanto, trata-se de uma proposta em estudo pelo Governo Federal. O IBGE irá se manifestar quando o procedimento se tornar oficial”, disse o órgão, em resposta à Folha Dirigida por Qconcursos.

O Concurso Nacional Unificado terá apenas um dia de provas. Serão aplicados exames objetivos, com matriz comum a todos os candidatos; e provas específicas e dissertativas por blocos temáticos.

As vagas de nível médio, por exemplo, estarão dentro de um mesmo bloco temático: Nível intermediário. Já as de nível superior serão ofertadas no bloco de Dados, Tecnologia e Informação Pública.

Veja detalhes do novo concurso IBGE para efetivos

As 895 vagas autorizadas para novo concurso IBGE serão para cargos dos níveis médio e superior. Confira a distribuição:

Nível médio: técnico em informações geográficas e estatísticas (300 vagas).

Nível superior: analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatísticas (275 vagas);

tecnologista em informações geográficas e estatísticas (312); e

pesquisador em informações geográficas e estatísticas (08).

O presidente interino do IBGE, Cimar Azeredo, já revelou que cargos como os de estatístico, demógrafo, economista, sociólogo, geógrafo, profissionais de tecnologia e geoprocessamento, entre outros, estão contemplados no aval.

As remunerações dos servidores efetivos do IBGE em 2023 são as seguintes:

analista R$9.910,40 (reajustado e com auxílio alimentação);

pesquisador : R$9.910,40 (reajustado e com auxílio alimentação);

tecnologista: R$10.891,67 (reajustado e com auxílio alimentação); e

técnicos: R$4.666,24 (reajustado e com auxílio alimentação).

*O valor do auxílio-alimentação é de R$658.

O novo concurso IBGE tem uma data limite para publicação do edital: 15 de janeiro de 2024. Esse prazo foi estabelecido pela portaria que autorizou o concurso, divulgada em 19 de julho.

Conforme o texto, o edital deve ser disponibilizado em até 180 dias a contar da data de autorização. A não publicação do edital de abertura do concurso público no prazo implicará na perda dos efeitos da portaria (autorização) e no cancelamento do atesto de disponibilidade orçamentária para a realização do concurso.

A portaria ainda estabelece que o prazo entre o edital e a aplicação das provas será de dois meses. Dessa forma, as provas do concurso IBGE devem acontecer, no máximo, até março de 2024.

Se participar do Concurso Nacional Unificado, o IBGE obedecerá tais prazos.

Folha Dirigida

- Publicidade -
Copiar