22.6 C
Juruá
terça-feira, maio 21, 2024

Instituições debatem a Criação de Fórum Regional da Agricultura Familiar no Juruá

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

A Superintendência do Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar no Acre promoveu uma reunião operacional em Cruzeiro do Sul, na sexta-feira (01), para discutir a formação do comitê regional de acompanhamento e implementação dos créditos da agricultura familiar – PRONAF na região do Juruá.

Estiveram presentes: Cesário Braga, Superintendente do MDA; Ana Maria Caroline, representante do BASA em Cruzeiro do Sul; Sérgio Miranda, Gerente do Banco do Brasil em Cruzeiro do Sul; Rynaldo, Diretor Presidente da EMATER; Márcio Alercio, Superintendente do INCRA; Melissa, Superintendente do IBAMA; Eutimar Sombra, Secretário Municipal de Produção de Cruzeiro do Sul; Representante da Secretaria Municipal de Produção de Rodrigues Alves, Agrônomo Mauro; Emerson, Superintendente da OCB/SESCOOP; Igor Honorato, representante da SEAGRI; Josy de Oliveira, representante do ICMBIO; Willber Oliveira, representante do SEBRAE e outros parceiros.

Cesário Braga destacou a importância da cooperação entre as entidades para enfrentar os desafios da agricultura familiar, especialmente no que diz respeito ao acesso ao crédito. Ele enfatizou o PRONAF como uma ferramenta fundamental para o desenvolvimento da região do Juruá.

Sérgio Miranda e Ana Maria Caroline mencionaram a necessidade de melhor informar os produtores sobre o PRONAF e suas diversas linhas de crédito, identificando isso como um desafio na região.

Rynaldo, diretor presidente da EMATER, parabenizou o MDA pela iniciativa de reunir tantas instituições em prol da agricultura familiar e expressou o compromisso da EMATER em fortalecer essa causa, incluindo parcerias com o governo do presidente Lula.

Márcio Alercio, superintendente do INCRA, compartilhou as políticas que a instituição já vem implementando na região, como o mutirão de titulação e o compromisso de superar os desafios da regularização fundiária no Brasil.

Durante a reunião, foram discutidos e encaminhados os seguintes pontos:

– A criação de um Fórum Regional da Agricultura Familiar do Juruá, vinculado ao Conselho Estadual de Desenvolvimento Agrário, rearticulado pelo MDA e SEAGRI.
– Um termo de cooperação técnica entre o INCRA e o ICMBIO para acelerar a titulação nas áreas de reserva, além do trabalho já em andamento nos assentamentos.
– Estabelecimento de parcerias entre cooperativas ligadas à OCB/SESCOOP na produção familiar e extrativismo com SEAGRI e EMATER para apresentação de projetos do PRONAF ao Banco do Brasil e BASA.
– Aprofundamento do debate entre MDA, ICMBIO, BASA, BB para a criação de normativas sobre acesso ao crédito em RESEX e assentamentos especiais, com a inclusão do INCRA e IBAMA na discussão.

- Publicidade -
Copiar