30.5 C
Juruá
sábado, junho 15, 2024

iPhone passa a receber pagamento por aproximação no Brasil

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

iPhone passa a receber pagamento por aproximação no Brasil

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Os iPhones recebem pagamentos por aproximação no Brasil desde esta terça-feira (19). O recurso, chamado de Tap to Pay, fará transações via cartão de débito, crédito e carteiras digitais, como a que funciona no Apple Watch, por exemplo.

O Brasil é o primeiro país latino-americano a receber a tecnologia da Apple, disponível nos EUA (desde fevereiro de 2022), na Austrália, e em países da Ásia e da Europa.

Para usar a tecnologia, os donos de iPhone precisam de um modelo XS ou superior, com a versão mais recente do iOS.

Segundo a Apple, para receber o pagamento, o comerciante insere as informações da compra em seu iPhone com Tap to Pay, e o cliente aproxima seu cartão de crédito ou débito desse celular. A empresa afirma que a segurança da transação é garantida por tecnologia NFC2, a mesma usada em outros pagamentos por aproximação de cartão.

“Assim como já acontece com o Apple Pay, a Apple não sabe o que está sendo comprado nem por quem”, afirma a empresa. O Tap to Pay no iPhone funciona com cartões de débito e crédito por aproximação das principais redes de pagamento, incluindo American Express, Mastercard e Visa.

A solução para iPhone está disponível desde esta terça (19) para as plataformas de pagamento participantes. Por enquanto, a fintech CloudWalk (responsável pelo sistema de pagamentos InfinitePay) é a primeira a aderir.

Segundo a Apple, o recurso estará disponível “em breve” (sem data confirmada) para Granito, Nubank, Stone e SumUp. Questionada pela Folha, a gigante da tecnologia afirma que não cobra dessas empresas pelo serviço.

A própria CloudWalk oferece um aplicativo que transforma smartphones com tecnologia NFC, usada em pagamentos por aproximação, em maquininhas. Antes a tecnologia estava disponível para aparelhos com sistema operacional Android 10 ou superior.

Procurada, a Abranet (Associação Brasileira de Internet), que representa parte das empresas de pagamento digital, afirma que o lançamento não coloca a Apple como uma concorrente das operadoras de maquininha. “A nova funcionalidade simplifica o pagamento, transformando o celular em uma maquininha e ajudando a aumentar as vendas dos comerciantes.”

O lançamento vem uma semana após o anúncio dos novos aparelhos da linha iPhone 15, ainda indisponíveis no Brasil.

- Publicidade -
Copiar