28.2 C
Juruá
terça-feira, maio 28, 2024

Rio Acre marca 1,64M e Defesa Civil prevê seca ainda mais severa

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Nesta segunda-feira (11), o Rio Acre marcou 1,64 metros, segundo dados da Defesa Civil Municipal de Rio Branco. Atualmente, o mês de setembro totaliza apenas 37,6 milímetros de chuva, visto que somente três dias desse mês ocorreram chuvas. A previsão para todo o mês é de 91 milímetros.

Assim, a menor cota histórica do Rio Acre registrada é de 1,25 metro, ocorrida em em 2 de outubro de 2022. Já, em comparação ao dia 1 de setembro, o Rio Acre teve uma alta de 17 centímetros.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil da capital, coronel Cláudio Falcão, o leve aumento da cota foi impulsionada por chuvas nas cabeceiras no interior e a previsão é de que ele volte a baixar nos próximos dias, havendo a possibilidade de chegar a menor cota já registrada.

“Nós chegamos a 1,47 esse mês e devido às chuvas que aconteceram ao longo da bacia, acabamos oscilando e chegando a 1,72 metro no sábado (9), mas ele voltou a regredir. A tendência é que o rio se mantenha, em breve, abaixo de 1,5 metro, podendo alcançar a cota crítica do ano passado”, informou Falcão.

Diante dessas informações, a ausência das chuvas tem causado uma crise hídrica preocupante em Rio Branco. Por isso, a Defesa Civil Municipal promoveu a “Operação Estiagem”, iniciada no dia 17 de julho, atendendo 27 comunidades rurais com o abastecimento de água através de carros-pipas.

Dessa maneira, estão sendo distribuídos aproximadamente 5 milhões de litros de água por mês, contemplando 17 mil pessoas. A previsão é de que a distribuição de água seja ampliada para 30 localidades da capital acreana.

- Publicidade -
Copiar