28.2 C
Juruá
terça-feira, maio 28, 2024

Uso de arma de fogo em assassinatos eleva 65% em meio a conflitos de facções no Acre

Por Edmilson Ferreira, do AC24horas.

- Publicidade -

Dos 150 assassinatos ocorridos no Acre de janeiro a agosto de 2023, 98 deles — ou 65,3% do total — ocorreram com uso de arma de fogo por parte dos autores. No entanto, o uso de armas brancas é igualmente alto: 24,7% das mortes violentas intencionais ocorreram com a utilização de facas e outros instrumentos incluídos nessa categoria.

Segundo o Ministério Público do Acre, o alto percentual de mortes violentas intencionais praticadas com a utilização de armas de fogo, manteve‐se elevado durante o período de 2016 a 2018, “período em que os conflitos entre e intra facções foram mais acirrados”.

Segundo o estudo do MPAC, “a partir de 2021, os assassinatos praticados com o uso de tal instrumento reduziram e passaram a apresentar características de modus operandi comuns ao período que antecede a guerra entre as facções, ocasião em que se constata um aumento dos assassinatos praticados com uso de arma branca, motivados por razões vis (fúteis), impulsionadas, em regra, pelas bebedeiras e/ou ciúmes”.

No entanto, com o reaquecimento dos conflitos entre as facções atuantes no estado, a partir do último trimestre de 2022, passou‐se a observar um crescimento significativo de MVI causadas pela utilização de armas de fogo.

- Publicidade -
Copiar