27 C
Juruá
segunda-feira, maio 27, 2024

Assassinatos caem 1,2% no Acre, mas Rio Branco concentra 54,9% das mortes violentas

Por Edmilson Ferreira, do AC24horas.

- Publicidade -

Saiba quais são as três cidades mais violentas do Brasil | VEJA

O Núcleo de Apoio Técnico do Ministério Público do Acre atualizou na 2.ª semana de outubro os dados sobre as mortes violentas intencionais (MVIs) mostrando que os assassinatos ocorridos de janeiro a setembro de 2023 apresentaram redução de 1,2%, se comparados ao total ocorrido no mesmo período de 2022 em todo o Estado.

Em 2022 foram 164 casos e, neste ano, no período analisado são 162 MVIs. No entanto, quando se analisa exclusivamente a situação da capital, os dados do NAT demonstram que na comparação entre janeiro a setembro de 2023 e igual período de 2022, os assassinatos registram aumento de 36,9%. Além disso, diz o NAT, a capital do Acre concentrou 54,9% dos casos, mas vários municípios ajudaram a puxar para baixo o total de casos no Estado.

“Em relação ao interior, a maior incidência de MVI no referido período ocorreu nos municípios de Brasileia (9), Cruzeiro do Sul (9), Sena Madureira (8), Feijó (7), Senador Guiomard (6) e Epitaciolândia (6)”, explica o NAT.

- Publicidade -
Copiar