22.6 C
Juruá
terça-feira, maio 21, 2024

Em nota de repúdio, delegado Henrique Maciel rebate acusações de deputada

Por Dell Pinheiro, dA Gazeta do Acre.

- Publicidade -

O Delegado-Geral da Polícia Civil do Acre, José Henrique Maciel Ferreira, emitiu uma nota de repúdio na noite de quarta-feira, 18, rebatendo as afirmações da deputada estadual Michelle Melo (PDT), feitas na manhã de quarta-feira, 18, durante sessão na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac). Em seu pronunciamento, a parlamentar afirmou que o gestor usou da influência do seu cargo para se beneficiar, comentando sobre o recebimento de precatórios, além de diárias e passagens pagas pelo erário público.

“Venho a público repudiar as declarações feitas pela deputada estadual Michele Melo (PDT) à imprensa e ao plenário da Assembleia Legislativa do Acre. A deputada proferiu inverdades, tentando denegrir minha imagem como delegado-geral, acusando-me de cometer o crime de tráfico de influência, e indiretamente, colocando em jogo a idoneidade das instituições do governo, como a Polícia Civil e a Procuradoria-Geral do Estado do Acre (PGE)”, disse Maciel.

Em outro texto da nota, o delegado esclarece que não recebeu nenhum valor por meio de precatórios. “Na verdade, foi celebrado um acordo extrajudicial com a PGE, no segundo semestre de 2020, oportunidade em que foram auferidos valores, objeto de uma ação judicial no ano de 2018. Insta ressaltar que os acordos extrajudiciais são oferecidos pela PGE a todos os servidores públicos que demandam o Estado e não foi uma ação isolada para benefício próprio, como declarou a deputada”

Ferreira salientou que na época do ingresso da ação como também da assinatura do acordo não exercia o cargo de delegado geral.

“Ademais, minhas recentes viagens foram feitas em decorrência de convites para representar a Polícia Judiciária do Acre em eventos regionais e nacionais, e muitas delas custeadas em parte pelo Ministério da Justiça, como o evento da última terça-feira, em Brasília, acerca da apresentação do plano AMAS – Amazônia: segurança e soberania para os nove Estados que compõem a Amazônia legal, que teve a presença do Ministro da Justiça Flávio Dino e do Senador Sérgio Petecão, presidente da comissão de segurança do Senado da República”.

O Delegado-Geral da Polícia Civil destacou que Michele Melo deveria enfatizar sim, os avanços da Polícia Civil nos últimos anos, como a inauguração de novas delegacias no Acre, a exemplo da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), que oferece atendimento 24 horas; os avanços do setor de identificação, que leva cidadania aos locais mais isolados do Acre; o Qualivida, que proporciona bem-estar aos policiais civis, entre outros, como elucidações de crimes hediondos, etc. “A nobre deputada também falta com a verdade quando fala que falta combustível para a realização das diligências policiais imprescindíveis à elucidação dos crimes”, frisou.

Maciel finaliza a nota informando que irá acionar o Poder Judiciário, nas esferas cível e criminal, para que sejam apreciadas as declarações caluniosas da nobre parlamentar, que saiu do contexto do debate político para tentar macular minha imagem.

- Publicidade -
Copiar