23.9 C
Juruá
domingo, março 3, 2024

Grupos evangélicos brasileiros tentam deixar Israel em meio à guerra

Por redação.

- Publicidade -

Brasileiros buscam deixar Israel em meio a conflito.

Uma parcela dos brasileiros a ser repatriada pela Força Aérea Brasileira (FAB) em Israel, após o ataque do Hamas ao país e o início dos confrontos no sábado (7/10), são adeptos do protestantismo que estavam realizando turismo religioso.

Mais de 100 seguidores de pelo menos duas caravanas religiosas se encontravam em Israel quando foram surpreendidos pelos ataques do grupo extremista islâmico Hamas, que atacou o país com explosivos e atiradores terrestres, resultando em centenas de mortes, em sua maioria civis. Subsequentemente, Israel retaliou bombardeando a Faixa de Gaza e declarou guerra.

O líder de uma caravana composta por 37 pessoas, o presidente da Embaixada Internacional Vida, Bueno Junior, compartilhou que já visitou Israel em 15 ocasiões e nunca havia enfrentado uma situação como a que vivenciou no sábado.

O ataque do Hamas ocorreu no mesmo dia em que a caravana planejava deixar o país. De acordo com o líder do grupo, 19 brasileiros conseguiram sair de Israel de avião por meio de Dubai e Etiópia.

No entanto, outros 17 não tiveram êxito nessa empreitada. Eles chegaram a se dirigir ao Aeroporto Internacional Ben Gurion, mas, em última instância, retornaram a um hotel em Jerusalém.

A expectativa de Bueno é que esse grupo possa ser resgatado por uma das seis aeronaves da FAB que estão preparadas para ir até o país. Médicos e psicólogos estarão a bordo das aeronaves para prestar assistência aos brasileiros.

  • Fonte: AM Post.
- Publicidade -
Copiar
error: Alert: O conteúdo está protegido !!