23.9 C
Juruá
domingo, março 3, 2024

Médicos podem deflagrar greve no Acre por falta de pagamento de plantões e adicionais

Por Leônidas Badaró, do AC24horas.

- Publicidade -

Após receber várias queixas relacionadas ao não pagamento de plantões e ao corte dos adicionais dos médicos, o Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC) convocou uma assembleia-geral extraordinária (AGE) para quarta-feira, 04, para avaliar a possibilidade de deflagração de greve por tempo indeterminado. Existem relatos até de demissões de profissionais. Vários documentos que chegaram ao conhecimento do sindicato comprovam os cortes e as irregularidades.

Os representantes sindicais procuraram também a Secretaria de Estado da Saúde (Sesacre) para a resolução do problema. A classe está pronta para paralisar as atividades caso não haja a recontratação e a quitação dos valores devidos.

“Não podemos admitir que o médico seja punido pela ineficiência da gestão atual, responsável pela crise financeira. Os servidores trabalharam muito durante a pandemia de Coronavírus e não receberam as devidas homenagens e, ainda, sim, são os primeiros a serem prejudicados economicamente”, criticou o presidente do Sindmed-AC, Guilherme Pulici.

A promessa da gestão era que a crise financeira anunciada pelo governo não afetará os setores da Saúde e da Educação.

O representante sindical ainda lembra que pautas antigas, como o Plano de Cargo, Carreira e Remuneração (PCCR), a reposição inflacionária e outras demandas não foram atendidas, mesmo existindo acordos e dezenas de reuniões. As promessas não cumpridas deverão ser analisadas também pelos médicos, durante a AGE.

A Diretoria da entidade também pediu avaliação do setor jurídico para considerar a necessidade de levar o caso à Justiça, buscando o pagamento das horas trabalhadas e a punição e responsabilização dos gestores que provocaram os cortes indevidos.

O outro lado

O ac24horas procurou a Secretaria Estadual de Saúde. Em nota assinada pelo secretário Pedro Pascoal, a Sesacre confirma o atraso no pagamento dos plantões extras, mas garante o pagamento até a próxima sexta-feira, 6.

“A Secretaria de Estado de Saúde vem esclarecer aos trabalhadores da saúde, que os pagamentos de plantões extras em atraso, será creditado para os servidores da saúde em folha de pagamento suplementar até sexta-feira, 06 de outubro. Esta Secretaria de Saúde sempre preza pelo fiel cumprimento de suas obrigações e reconhece a importância e dedicação dos profissionais que atuam na área da saúde. Garantir o repasse correto e pontual dos pagamentos é uma prioridade para esta gestão que não tem medido esforços a fim de providenciar a solução mais célere do processo de pagamento”, afirmou Pedro Pascoal.

- Publicidade -
Copiar
error: Alert: O conteúdo está protegido !!