24 C
Juruá
terça-feira, abril 23, 2024

Seca na Amazônia ameaça abastecimento de combustíveis no Acre

Por Juruá24horas.

- Publicidade -
(crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)

O estado do Acre está em alerta devido ao risco de desabastecimento de combustíveis. A causa é a seca extrema que afeta os principais rios da Amazônia, incluindo o Rio Madeira e o Rio Amazonas, que são rotas vitais para o transporte de combustíveis.

O nível baixo das águas tem dificultado a passagem de balsas que transportam os combustíveis de Manaus para Porto Velho. Anteriormente, quando o nível dos rios estava normal, as balsas podiam carregar de 5 a 6 milhões de litros de combustíveis. Agora, esse número caiu para pouco mais de 2 milhões.

Além disso, a seca prolongou o tempo de viagem. “A viagem que era feita em 7 a 10 dias agora pode levar até 20 dias. Isso faz com que os estoques diminuam consideravelmente, e o Acre pode enfrentar desabastecimento”, disse um transportador com mais de 15 anos de experiência no setor.

O fenômeno climático El Niño, que ocorre em intervalos que variam entre cinco e sete anos e tem uma duração que varia de um a um ano e meio, é responsável pelo aquecimento das águas do Oceano Pacífico e está intensificando a estação de estiagem em 2023.

O Rio Amazonas, um dos maiores do mundo, está passando por uma baixa histórica de aproximadamente oito metros de profundidade. Isso tem consequências diretas para as comunidades que dependem do rio para pesca, transporte e distribuição de alimentos e produtos.

- Publicidade -
Copiar