36.1 C
Juruá
segunda-feira, julho 22, 2024

Socorro Neri convida Bocalom a se retirar do Progressistas caso insista na reeleição

Por Leandro Chaves, da Gazeta do Acre.

- Publicidade -

A presidente do diretório municipal do Progressistas, deputada federal Socorro Neri, informou ao prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, que ele está livre para sair do partido caso insista em disputar a reeleição. Ela deixou claro que a legenda já bateu o martelo e que o nome em disputa pelo PP é do atual secretário de Governo (Segov), Alysson Bestene.

O comunicado se deu via ofício, assinado pela deputada e encaminhado ao prefeito nesta segunda-feira, 2, mesma data em que o secretário de Gladson Cameli foi apresentado à militância pepista como pré-candidato do partido à disputa eleitoral do ano que vem.

O documento vai além e diz que, se pedir pra sair, Bocalom não será punido pela sigla. O prefeito foi rifado da disputa pela reeleição pelo próprio partido, que, no dia 23 de setembro, em votação interna, optou por Bestene. A escolha se deu por unanimidade.

Bocalom não tem a simpatia da ala do PP ligada ao governador. É esse grupo que, atualmente, comanda o partido em Rio Branco.

Nas eleições gerais do ano passado, o prefeito negou apoio a Gladson para abraçar a candidatura de Sérgio Petecão (PSD) ao governo, em resposta à falta de apoio do governador em 2020. Na época, Cameli fez campanha para Socorro Neri (ex-PSB), principal adversária de Bocalom na disputa. Ela migraria para o PP meses depois, mesmo após a derrota para a sigla.

Por causa disso, tramita nas instâncias do partido quatro pedidos de expulsão do prefeito por infidelidade partidária. Já contra o governador não houve processos nesse sentido.

A reportagem procurou a assessoria de Bocalom para comentar o ofício, mas não obteve resposta até o fechamento desta matéria. O espaço segue aberto.

Confira abaixo o documento:

- Publicidade -
Copiar