28.8 C
Juruá
quarta-feira, abril 24, 2024

Com cerca de 40% da cidade inundada, Jordão tem mais de 300 consumidores sem energia elétrica

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Pelo menos 457 consumidores tiveram a energia elétrica suspensa por conta da enchente dos mananciais que atinge centenas de famílias no interior do Acre e na capital. A informação foi divulgada neste sábado (24) às 12h pela Energisa, empresa responsável pela distribuição de energia no estado, e este número corresponde ao total de afetados em quatro cidades. O município mais atingido foi Jordão, que está com cerca de 40% da cidade inundada pelo Rio Tarauacá.

O boletim emitido destaca que o desligamento foi feito por motivo de segurança, sendo que cerca de 85% ocorreu em Jordão, município afetado pelas águas do Rio Tarauacá. Veja abaixo o quantitativo atualizado de pessoas afetadas pela falta de energia:

  • 58 em Rio Branco
  • 390 no Jordão
  • 4 em Brasiléia
  • 5 em Assis Brasil

A Energisa dá ainda algumas dicas para que a população não corra riscos ao tentar religar energia diante de situações de inundação. Veja:

  • Não tente consertar eventual falta de energia sozinho;
  • Se sua casa for atingida pela água durante uma alagação, desligue o disjuntor de energia (chave geral);
  • Em caso de dúvida, entre em contato com a Energisa por meio do app Energia On, gisa.energisa.com.br ou 0800-647-7196.

Rio Acre e igarapés

O nível do Rio Acre segue em alta em Rio Branco e marcou 15,06 metros na medição das 15h deste sábado, segundo dados da Defesa Civil Municipal. São 1,06 metro acima da cota de transbordo, que é de 14m.

O rio passou da cota de transbordo pela primeira vez na noite de sexta-feira (23), quando marcou 14,04 metros às 18h. Desde então, o manancial continua subindo.

Rio Acre alcançou 14 metros na sexta-feira (23), em medição das 18h — Foto: Ismael Melo/Rede Amazônica

Nesta sexta, o Parque de Exposições Wildy Viana começou a ser limpo para a construção de abrigos. Segundo Falcão, as equipes iniciam neste sábado (24) a construção de boxes e a previsão é de que o parque esteja pronto para receber os desabrigados a partir de domingo (25), com construção inicial de 100 boxes.

No interior

Em Assis Brasil, o rio atingiu às 15h deste sábado (24) a marca de 12,82 metros, superando o último registro acima da cota de transbordo que era de 12,50 metros no dia anterior. Até à última atualização desta reportagem, 34 famílias estão desalojadas, com o total de 161 nesta situação. Já com relação às desabrigadas, são 57 famílias, sendo 331 pessoas. Há quatro abrigos sendo disponibilizados para os atingidos.

Em Brasiléia, a medição das 13h30 está em 12,02 metros, 62 centímetros acima da cota de transbordo que é de 11,40m. 181 famílias foram retiradas de suas casas. Há 160 pessoas desalojadas e 21 desabrigadas que foram levadas para dois abrigos montados na cidade.

No Jordão, de acordo com o decreto publicado nesta sexta-feira (23), a quantidade de chuva do dia 22 e 23 de fevereiro ultrapassou 90 milímetros, fazendo com que o rio Tarauacá, que banha o município, ultrapassasse a cota de transbordamento no município que é de 7,50 metros. Ainda no decreto, a prefeitura informa que grande parte dos atingidos é a população indígena que vive no local. Maria José Feitosa, coordenadora da Defesa Civil de Jordão, falou que há mais de 350 pessoas atingidas pela cheia. “Chegamos na faixa dos 400 e 40% da cidade está inundada. Bastante chuva, e a previsão é de mais chuva e o rio continua enchendo aqui”, complementou.

  • Fonte: g1 AC.
- Publicidade -
Copiar