28.8 C
Juruá
quarta-feira, abril 24, 2024

Em Cruzeiro do Sul, jovem vende conteúdos adulto na internet para ‘aumentar a renda’

Por Richard Silva, dO Juruá em Tempo.

- Publicidade -
Imagem ilustrativa. (Foto: Reprodução)

Uma prática que ganhou espaço e muitos adeptos nos últimos anos é a venda de conteúdos adultos na internet através de plataformas de comercialização e também pelas redes sociais.

Em Cruzeiro do Sul, cidade do interior do Acre e com uma população de quase 92 mil habitantes, encontramos uma pessoa que decidiu entrar neste ‘novo mercado da vida’.

Trata-se do jovem C. Silva, de 20 anos. Natural de Cruzeiro do Sul, ele começou a vender conteúdos adultos na internet quando ainda era menor de idade, com 16 anos, mas sem exibir seu rosto. Após completar a maior idade, ele exibe-se totalmente despido.

Silva relata que faz esse tipo de trabalho para aumentar sua renda mensal, já que ele trabalha em uma empresa privada: “Faça isso apenas para implementar minha renda e ganhar um extra. Já cheguei a ganhar em apenas três dias, R$ 500 vendendo fotos para as pessoas que se interessam”.

Numa cidade, digamos, ‘pequena’, ele esclarece que poucas pessoas conhecem esse tipo de trabalho que ele realiza na internet e que já chegou até mesmo a influenciar um outro amigo a entrar para o ‘ramo’.

“Minha família não sabe; meus amigos, apenas alguns tem conhecimento. Por não me expor tanto por aqui, acredito que por isso não sofro muito preconceito por parte das pessoas, já que pouquíssimos sabem disso”, esclareceu.

Heterossexual assumido, Silva esclarece que não faz nenhum tipo de programa, mas seu publico abrange mulheres e homossexuais.

“Muitos gays compram os conteúdos na internet e acabam pedindo conteúdos meu com algum outro homem, mas nunca tive relação com nenhum”, finalizou.

(Por motivo de preservação pessoal e familiar, a identidade do rapaz não foi divulgada nesta matéria; apenas suas iniciais e os fatos verídicos narrados.)

A PLATAFORMA

O OnlyFans foi lançado em 2016 como um site para personalidades da mídia social, permitindo que seus seguidores se inscrevam por uma taxa mensal para ver videoclipes e fotos. No entanto, a plataforma ganhou popularidade com a venda de conteúdos eróticos e também pornográficos, produzidos de forma caseira. Atualmente, é a principal página de “comercialização de nudes” do mundo.

- Publicidade -
Copiar