28.8 C
Juruá
quarta-feira, abril 24, 2024

Força-tarefa acha celular usado por detentos do Acre que fugiram do presídio de Mossoró

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

A captura de Rogério da Silva Mendonça e Deibson Cabral Nascimento, membros do Comando Vermelho (CV), que fugiram do presídio federal de Mossoró no dia 14 de fevereiro está cada dia mais próxima.

A força-tarefa que busca os dois fugitivos acreanos encontrou mais uma pista durante as buscas. Um celular foi achado em uma trilha próxima do local em que eles se esconderam.

Até agora, cinco pessoas foram presas desde a fuga de Rogério e Deibson. Inclusive o dono de uma propriedade que a dupla usou de esconderijo na zona rural da cidade de Baraúna (RN). Em nota, a PF informou que o homem detido teria fornecido abrigo, alimentos e outros itens aos foragidos.

O celular encontrado foi roubado de uma pessoa em Baraúna, no dia 22 de fevereiro. A força-tarefa achou o aparelho muito sujo de lama e já sem chip, segundo informações de César Tralli, no G1. Mesmo assim, a perícia vai tentar extrair informações do telefone.

Celular como pista

A esperança é que o celular contenha informações suficientes para a polícia chegar até possíveis criminosos que têm ajudado a dupla na fuga até agora.

Deibson, o “Deisinho” ou “Tatu”, e Rogério escaparam da prisão de segurança máxima por volta das 3h30 de 14 de fevereiro. Eles usaram um buraco na parede de uma das celas.

Para a fuga, os detentos utilizaram ferramentas da obra que ocorria na unidade prisional. As câmeras do local não capturaram o momento, porque não estavam funcionando.

A Penitenciária Federal de Mossoró foi inaugurada em julho de 2009 e fica em uma área rural no Rio Grande do Norte.

Com informações do Metrópoles

- Publicidade -
Copiar