28.8 C
Juruá
quarta-feira, abril 24, 2024

Acreana Jerusa Geber faz melhor tempo do mundo nos 100m deste ano na 2ª etapa do Desafio CPB/CBAt

Por redação.

- Publicidade -

Dona do recorde mundial na prova dos 100m da classe T11 (com deficiência visual), com o tempo de 11s83 registrado no ano passado, a velocista acreana Jerusa Geber voltou a cravar a melhor marca do mundo logo na sua primeira aparição nas pistas em 2024. Durante a 2ª etapa do Desafio CPB/CBAt, realizada neste domingo, 3, no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, a atleta registrou 12s15 na disputa e já assumiu a primeira colocação do ranking mundial da atual temporada.

O Desafio de atletismo CPB/CBAt tem a finalidade de difundir e desenvolver a prática da modalidade entre atletas brasileiros com e sem deficiência. A competição é dirigida e organizada pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) e pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

O evento reuniu 114 atletas paralímpicos, sendo 72 homens e 42 mulheres, e 63 olímpicos eu competiram em provas de pista (100m, 200m, 400m, 800m, 1.500m, 5.000m, e saltos em distância, triplo e em altura) e de campo (arremesso de peso e lançamentos de dardo, disco e club).

Campeã mundial em Paris 2023 nos 100m (com o tempo de 11s86) e nos 200m, Jerusa fez a sua primeira competição oficial desde a disputa dos Jogos Parapan-Americanos em Santiago, em novembro do ano passado, quando conquistou duas medalhas de ouro (100m e 200m) e uma de prata (revezamento 4x100m).
Para assumir a liderança do ranking da prova, ela superou a compatriota Lorena Spoladore, que havia completado a distância em 12s61 na semana passada, na 1ª etapa do Desafio CPB/CBAt, e tinha até então a melhor marca mundial.

“Minha primeira competição depois de Santiago e já fazer um tempo desse. Já mostra que eu e o Gabriel [Garcia, seu atleta-guia] estamos muito bem. Isso já é uma demonstração que esse ano vai ser muito bom”, afirmou a atleta que nasceu totalmente cega.

“A preparação tanto para o Mundial de Kobe quanto para os Jogos de Paris está indo tudo conforme o planejado. Está boa, intensa, sem dor, e sem lesão. Vamos chegar lá do mesmo jeito”, completou.

Outro atleta a retornar às pistas de maneira oficial foi o velocista paranaense Vinícius Rodrigues, após a sua participação no reality show Big Brohter Brasil. Apesar de não avançar à final na prova dos 100m T63 (para amputados de membros inferiores com prótese) na sua reestreia, o atleta disse que o retorno foi importante para sentir novamente o ritmo de competição.

“Foi bom poder correr em casa, sabemos que não estamos no melhor da forma ainda. Corremos cerca de 80% da nossa corrida pois estávamos com um pouco receio de machucar. Não sabia como meu corpo iria reagir. Mas é bom estar de volta”, afirmou Vinícius, que fez o tempo de 12s75. Ele ocupa atualmente o segundo lugar no ranking que classifica para Paris 2024, com 12s16.

Nova prova, novo recorde

Uma semana após bater o recorde das Américas no arremesso de peso, na 1ª etapa do Desafio CPB/CBAt, a amapaense Wanna Brito, da classe F32 (atletas com paralisia cerebral) voltou a anotar a melhor marca continental neste domingo, no CT Paralímpico. Desta vez, arremessou o club em 26,38m e melhorou o recorde da paulista Giovanna Boscolo, que havia feito 26,25m no Grand Prix de Dubai, no mês passado.

“Estou em uma fase maravilhosa. Estou trabalhando muito para que isso evolua ainda mais. Paris está logo aí. Kobe também. A prova do peso é a minha paixão, faço desde que eu comecei no atletismo. É a minha prova preferida ainda. Mas não posso descartar o club. Se estou bem nas duas disputas, vamos brigar por medalhas em ambas”, finalizou.

A temporada internacional de 2024 do atletismo paralímpico terá, além da realização do Mundial de Kobe, os Jogos Paralímpicos de Paris, de 28 de agosto a 8 de setembro.

Patrocínio

As Loterias Caixa e a Braskem são as patrocinadoras oficiais do atletismo.

Programa Loterias Caixa Atletas de Alto Nível
Os atletas Vinícius Rodrigues, Wanna Brito e Jerusa Geber são integrantes do Programa Loterias Caixa Atletas de Alto Nível, programa de patrocínio individual da Loterias Caixa que beneficia 114 atletas.

Time São Paulo

Os atletas Vinícius Rodrigues e Jerusa Geber são integrantes do Time São Paulo, parceria entre o CPB e a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, que beneficia 106 atletas de 14 modalidades.

ac24horas

- Publicidade -
Copiar