24.8 C
Juruá
segunda-feira, maio 27, 2024

Em quatro meses, Rio Branco confirma sete casos de leptospirose e uma morte pela doença

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

A cidade de Rio Branco notificou, entre janeiro e abril de 2024, 274 casos de leptospirose, sendo que apenas 7 foram confirmados e uma morte foi registrada, segundo dados da Vigilância Sanitária em Saúde. De acordo com a diretora do setor em Rio Branco, Socorro Martins, ainda há cerca de 200 casos sendo investigados.

“Realmente, o número de casos aumentou nesse período. Eu acredito que não está maior porque a prefeitura liberou kits de limpeza, os agentes foram nas casas orientar, então, amenizou realmente. E nós estamos investindo ainda mais de 200 casos”, disse Socorro em entrevista ao g1 Acre.

O número de casos notificados da doença tem tendência de aumento em situações como a que Rio Branco passou em fevereiro deste ano, com a cheia do Rio Acre e inundação de igarapés. A urina dos ratos, presente em esgotos, se mistura às águas e a lama e pode causar a doença quando em contato com a pele com algum tipo de ferimento.

Segundo o g1, um morador da Baixada da Sobral foi contaminado enquanto ajudava vizinhos a retirarem os móveis de casa durante a enchente em março de 2024. De acordo com a família, o homem se cortou durante esse período, chegou a ser internado mas não resistiu.

Leptospirose no Acre

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) notificou 235 casos suspeitos de leptospirose em menos de três meses. Destes, 85 foram notificados no período pós enchente do Rio Acre.

Sintomas

Fique atento aos sintomas! Se você apresentar febre, dor de cabeça, dores no corpo, principalmente na panturrilha, náuseas, vômitos, falta de apetite até 40 dias depois de ter entrado em contato com as águas da enchente ou do esgoto, procure imediatamente o Centro de Saúde mais próximo. Não se esqueça de contar ao médico o seu contato com água ou lama de enchente.

  • Fonte: ContilNet.
- Publicidade -
Copiar